sábado, 30 de maio de 2009

Julgamento de mais, arrependimento de menos

Aqueles que tem inveja, aqueles que comentam pelas costas; não têm nada para fazer. Talvez assim possam interagir. Depois conseguem ser falsas e são capazes de sorrir, como se aquele comentário nunca existisse - mas uma hora chegará nos ouvidos da vítima e, só assim, ela perceberá que está no meio de falsidade em pessoa.





Ninguém pode escapar, contra vontade, você é julgada. Todos sabem, de alguma maneira, você não sabe. Alguém lembra, sem intensão, você escuta. Ninguém entende, com sofrimento, você está com raiva.
É fácil falar mal pelas costas, esses são covardes; Difícil falar na frente dela, esses são os raros corajosos; Chega uma hora que não existe limite entre os covardes e eles falam incontrolavelmente.
Existe um covarde dentro de nós. Adimito que fui uma covarde, mas hoje quero ser uma corajosa - que não tem medo da verdade, que não importa com os comentários, que seja independente, com dignidade, coragem, deixar de ser inimiga e me tornar uma amiga. Entrar para o lado Bom;
Suporto os comentários, convivo com pessoas rivais nas quais julgam sem ao menos conhecer ou julgam pelas atitudes dela. Não posso entrar nesse grupo de fofoqueiras só pra deixar de ser fofocada. Não, não tem que ser assim. Devo agir do modo certo sem deixar de ser eu mesma.
Mas ainda existe pessoas que não se concientizaram como eu;



Mandamentos do não-julgamento:

  • Não devo concordar com a opinião dos indivíduos, eu tenho a minha própria opinião.
  • Não devo deixar que um comentário se torne o meu, eu tenho meu próprio comentário.
  • Não devo criar uma imagem da pessoa através dos comentários que ouço, eu tenho meus próprios olhos.
  • Não devo deixar escapar os meus comentários, apenas eu posso concordar delas.
  • Não devo ser controlada, eu posso ser independente.
  • Não devo ser julgada, eu posso encarar de frente.
  • Não devo magoar alguém, eu tenho conciência da experiência.
  • Não devo ficar com rancor, eu devo agir.
  • Não devo julgar para interagir, eu tenho minha própria integração.
  • Não devo me iludir, eu posso superar.

Ao saber que você é traída pelas pessoas, ao saber que traíram a sua confiança, ao saber que você também traiu a confiança delas, o que se deve fazer? Será que eu estou me tornando uma delas? Será que eu devo mudar esse jeito delas ou devo eu me mudar?


Esse é o meu dilema: Mudá-las ou me mudar?

beijos :*

P.S: Se julgam o meu ser, FODAM-SE! Eu me contento com eu mesma e sou feliz assim. Não ligo se comentários afetarão minha imagem, me precupo em ME fazer FELIZ do que limpar minha imagem; ou seja, (se eu quiser) só EU tenho o direito de sujar minha própria imagem, e não os OUTROS. Se sujarem, FODAM-SE! Odeio pessoas falsas.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Falando um pouco sobre Twilight.. e convivência!

Abrindo espaço no post para Twilight saga.
Que feliz! Primeiros 15s de cena Twilight:

video

Bella: I Love You
Discussão: Alguém DEVE concordar comigo que Taylor Lautner e Selena Gomez não combinam.



Cara, como são idiotas! Disney e Twilight são água e óleo; não se misturam! Devem querer fazer publicidade ou algo do gênero. Parece que eles já terminaram 'o que nunca rolou'. De acordo com http://www.laineygossip.com/Selena_Gomez_and_Taylor_Lautner_break_up_over_pressure_from_his_family_and_studio.aspx?CatID=0&CelID=0; Taylor havia marcado de se encontrar com Selena, ele deu furo e os dois não se falam desde então.

"Taylor supostamente foi encorajado fortemente por seu pai e pela Summit para não ser visto com uma namorada,especialmente agora que sua estrela está decolando. Eles querem que ele coloque seu foco na carreira,no trabalho. Taylor não ficou muito feliz com isso, mas ele os escutou. Esses são os sacrifícios que você faz pela fama,né?" dizia a fonte.

Se é verdade ou outro rumor? E será rumor também que os protagonistas de Twilight virão para o Brasil na premiér mundial??


(...)


Hoje não surgiu nenhum assunto filosófico para discutir, vou tentar falar sobre o que anda atrapalhando esses 2 anos - isso não me afeta, mas vive afetando os prejuizos, sacas?


Meu tio veio do Japão 2007 com seus filhos: Alexandre (6 anos) e Alessandra (15) (Ô criatividade não?), ele tinha acabado de se separar da esposa e não tinha como cuidar dos filhos, então veio deixá-los com minha mãe. Voltou pra lá em fevereiro. Ele mandava $ pra ajudar nas despezas (deles) claro.

Chegou 2009 e ele resolveu ficar de vez no Brasil - a crise atacou Japão e ja viu né? -, mas lá em Ourinhos onde tem seu próprio negócio. Adivinhem. Ele não levou os filhos juntos, deixou, aqui, sem mandar p*rra de $ nenhum! Aí tive que 'dividir' minha mesada pra poder pagar as despezas. Você sabe como é ficar sem $ no final do mês? Também não posso ficar sem comer em 2 semanas, ou seja, se eu não empresto $, morro. Se emprestar, sobrevivo.

O cara tá fazendo p*rra nenhuma durante todo esse semestre! Ainda surgiu um rolo lá sobre o negócio(oficina) dele - o meu outro tio 'cuida'/trabalha lá e esse tio c*zão ta pensando em despedí-lo, eu axo. Eu nao sei o que eu faço! Já cheguei a brigar com minha mãe sobre isso e ela já decidiu: Vai levá-los pra Ourinhos em julho. Mas enquanto isso? Ele vai continuar sem mandar p*rra nenhuma? E quando eles se mudarem, ela deixará quieto?! Eu não deixava.

Pimenta no olhos dos outros é refresco. Só sentindo/vivendo pra ficar com raiva! É RIDÍCULO isso!! Ficar folgado 2 anos seguidos, não fazer nada, deixar quieto e ainda ter a cara-de-pau de ser falso. O pior é que ninguém vê a minha versão e ficam com dó, porque acham que a esposa ABANDONOU eles. Como se soubessem da história.. NEM SABEM!

Inaceitável!! O que eu poderia fazer?





Ao passar dos dias, a raiva, dor, os juros, o prejuizo, a impaciência, o sofrimento vai aumentando e convivo com isso. Não posso agir, reclamar, ou ao menos avisar. Devo continuar aqui, sofrendo, suportando, aturando e vivendo com esse sentimento inesplicável.

Acredito que isso vai acabar, em julho. Existe um pouco de paciência e esperança, no fundo.


beijos

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Nada como voltar ao lar

O trem estava andando lentamente, ela conseguiu tempo para sair e despedir pela última vez. Retornou ao lugar onde presenciou todas as manhãs e despediu das pessoas que conheciam, tendo a esperança de que não será a última.





Nanny foi na escola no final da aula. Ela queria entregar o RG da Adne, mas ela tinha que ser suspensa logo hoje? - ela tava usando o celular na aula do Val e..PUFFF! Suspensa. - Ela vai picar P*ta amanhã, quando souber que ela veio e não pode comparecer.


Mas hoje foi estranho estar sem Nanny e Adne por perto. Um silêncio, tédio e depressão tomou conta de mim - o que não é legal. Também não ficamos sozinhas, no intervalo ficavamos discutindo sobre os programas que a gente assistia quando pequenas, o que adorávamos, o que odiávamos.. ou até aqueles que adorávamos e hoje odiamos.


Parece que o Yago e o Vilela zoaram o Preto com pasta de dente enquanto durmia. João levou a culpa e ficou p*to com isso, sendo que ele também foi vítima. Ah! não sei de mais nada não, essas informações podem ser subjetivas.



Minha avó deu alta do hospital. Só que eu vo ter que faltar na escola amanhã, porque ela não pode ficar sozinha e, de manhã, a enfermeira vem pra 'analizar' o caso. Minha mãe disse que ela gosta que eu fique por perto, parece que eu sou a ÚNICA que se importa com o estado dela, sem contar com minha própria mãe e Clarisse (minha empregada) que faltaram o serviço pra ficar 12h no hospital com ela.



Que dia do cão! Vamos ver se amanhã melhora. Hoje o post é curto, pois houve falta de detalhes em minha memória ;P



beijos :*

terça-feira, 26 de maio de 2009

O trem está desembarcando


Última chamada. O trem está partindo. Abraços, choros, emoções, ela despediu. Nunca esquecerei desse dia, o dia em que você partiu.


-Nanny, temos uma surpresa pra você. - dizia Gabe.
-É. Não sai daí! - dizia Adne correndo para as escadas com Gabe.
-Não! Não, não quero surpresa! Bia, o que é? É grande? Elas vão trazer aqui pra baixo, no meio dessa galera? Posso ir no banheiro? -perguntava Nanny, tentando escapar da surpresa pra não passar vergonha no intervalo.
-SURPRESAA!! - todos gritaram. Gabe entrgou uma caixa em formato de coração com um monte de cartinhas e presentes. Abraços de agradecimentos, pesentes, ler cartas. Eu dei um livro Desejo-lhe Feliz Mudança, esse livro rosa-branco-preto em baixo.


(...)

Bateu o sinal e Nanny teve de despedir de um monte de gente - ela é especial para toda a sala - e até a Jú chorou. Fotos, mais presentes da Camila e mais despedidas. Camila deu um porta-retrato com uma foto nossa do ano passado quando fomos no Hopi Hari. Bons tempos, cara.

<-- (Da esquerda pra direita) Fê, Gabe, Paula, Adne, Camila, Ianny, Eu, João, Bia.

(...)




Eu, Nanny, Adne, Gabe e Paula passamos a tarde no prédio da Nanny, sentadas na madeira, ar livre e lendo um rolo de cartas. Ventava, nuvens cinzas apareceram, garoava, bem o nosso clima. Paula escrevia algo em um papel de caderno com um grifa-texto.

-Assine. - ela pedia para cada um.

-O que você está fazendo?

-Vamos jogar esse papel nesse vão da madeira e ficará lá como recordação desse dia. - ela não falou nessas palavras, mas a ideia foi profunda!Tiramos até foto para recordar esse momento. Todas nós segurando uma ponta do papel e empurrando para o papel entrar. Choramos, abraçamos.. Momento para recordar.

-Como iremos voltar aqui para buscá-lo?

(...)


Entramos e ficamos no hall, sentamos nequele sofá branco que irei recordar. Nanny subiu para.. seilá! Houve uma ventania fote lá fora. Saímos e uma toalha branca havia caído da sacada do ap.24[?]. O limpador(gato, qeu sempre adimiramos) estava lá.
-Qual é o seu nome? Quantos anos você tem? - Paula perguntou.
-Anderson, 20.
-Sabe a Ianny desse prédio? Seria bom se você conversasse com ela. Você é importante pra ela.
Deixamos escapar os risos.
-Tá bom.- ele respondeu.
-Ela tá aqui, no hall.

--------------------------------------------------------------------

-Pode vir aqui um minuto? - preguntou Anderson por trás de uma porta no hall. Nanny seguiu em direção a porta e ela a fechou. Ficamos tão curiosas que algumas das meninas foram espiar pela fechadura! rsrs

-O que aconteceu? Você beijou ele?!
-Nada! - respondia ela.
-Como nada?!
-Ele só veio se despedir e perguntou: Posso te dar um beijo?
-Ele deu?
-Não.
Como fiquei com raiva nesse momento.
-Deixei ele dar um beijo no rosto, mas ele pediu: E na boca? Mas não deixei. Pode ter uma câmera lá e não quero acabar com o emprego do cara.
Raiva de novo.

--------------------------------------------------------------------

-Cadê a Ianny? - perguntou Anderson para Paula.
-Lá embaixo, ou lá fora (esperando nosso colega Preto [Pedro] chegar). Posso saber porque?
-Só quero conversar.

--------------------------------------------------------------------
-Ele não achou ela. Então, mandou dizer pra ela pra ligar pra esse número, que é da amiga dele que já está sabendo da história, e passar o número dela. Ele não sabe o número do cel novo dele, não quer perder contato com ela e que gosta muito dela. - Paula disse.
(Anderson entra para ver Nanny, prestes a sair do seu trabalho)
Eles foram conversar. Nanny não deixou ele beijá-la. Ele foi embora. Preto já tinha chegado, a propósito.


(...)


No apê da Nanny, comemos pipoca, bebemos H2Oh. Assinamos no mural-de-metal-verde dela. Assistimos um DVD de Blackmusic (e Rock), cantávamos junto com as músicas que conhecíamos, comentávamos das letras escrotas. Adne canta inglês SUPER bem, afinal. Consigo entender o imbromation dela..
Tinha até música do Justin no meio, Chris Brown, Akon, Beyoncé - todos meus artistas preferidos. Aliás, adoro Blackmusic! Letra ridícula, mas batida é DEZ!

Gabe e Adne tiveram que ir embora cedo. Despediram da Nanny com abraços fortes.

Nem parecia um dia de despedida. Continuamos a conversar sobre música (Black music, Rock..) e assistimos alguns clipes no Youtube, filosofamos sobre situações da Paula..

Já era 19h e meu pai teve que me buscar. Todos foram embora nesse horário.
-Tchau, Ianny! - dei um abraço nela, gostaria de ter dito algo como: Obrigada por tudo! Liga pra mim, caso precisar. Me avisa quando chegr lá.. Não deu! Não saia nada da minha boca! Droga!


(...)

Não tive como deixar lágrimas rolarem, mas chorei por pouco tempo. Logo me distraí e pensei: Serei forte nesse momento.

E o trem partiu, seguindo seus trilhos no qual não possam desviá-los a outro rumo. Lembranças permanecerão pra sempre.

Beijos

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Como ele beija bem...

Relembrando de sábado. Nanny delirando, Adne durmindo e eu e Gabe ficando com o mesmo cara. Adne e Nanny também ficaram com o mesmo cara e não estavam nem aí.








Comentávamos sobre o que aconteceu, o que lembrávamos.. Comentamos sobre os caras que ficamos. Nanny nem lembra como foi, Adne levou uma mordida na língua (do mesmo menino), Gabriel beija SUPER bem..
E sobre nossos pais terem desconfiado sobre a bebida.. Todas tivemos a mesma reação:
-Não! Não bebi não -- (vó, mãe, pai, papagaio, cachorro)!
Ianny ainda nos culpou por ter deixado fazer besteiras! Como podemos ser responsáveis naquele estado??

Não aconteceu muita coisa hoje, só Adne com ciúmes da Gabriela (a outra) dando em cima do Coma (ou vice-versa).. Ela vai tomar posse.


Hoje na sessão da tarde passou um filme com Justin Timberlake, "Mudança de Comportamento". Somos facinadas neles (e Robert Pattinson).


Conversa: (Gabe e Bia)

Gaby Carrot diz:
como chama o filme de hoje?
.:: BeatriZ ::. diz:
mudança de.. [alguma coisa]

Gaby Carrot diz:
ve na tv aeee!
.:: BeatriZ ::. diz:
o troço da Sky cortou o nome do filme!!
Gaby Carrot diz:
não tem como ver inteiro?
.:: BeatriZ ::. diz:
nao
olha a sinopse do filme:
Alex e Janine ser encontram e algumas semelhanças em comum faz com que elas tenham a ideia de trocar de identidade, criando uma grande confusão.
mó filmezinho estilo-Disney. [Comédia]
Gaby Carrot diz:
que lindo! e onde o JT entra nessa? acho que sei que filme é. o justin tava na epoca de N'sync ainda, né?
.:: BeatriZ ::. diz:
claro! mó novinho. JT faz um par romantico eu acho
Gaby Carrot diz:
achoq ue sei --' beijinhos no filme. acho que esse mesmo
.:: BeatriZ ::. diz:
acho que vc me contou.. mas como eu nao vi, irei assistir. deve ser tosquinho ;/
Gaby Carrot diz:
deve x) vai ser mais uma vez que faremos alguma coisa à distancia. é bem divertido fazer coisas juntas por msn né?
.:: BeatriZ ::. diz:
shuahsuahuhsuhsuahs aham ;D insight: O que são zorgons?
Gaby Carrot diz:
ahh, eu queria lembrar as falas so filme...
''e eu achei ele bonito!'' só lembro essa. porque será?
.:: BeatriZ ::. diz:
lembro da cara da kristen ÔÔ
Gaby Carrot diz:
huauhauhauhuha³
.:: BeatriZ ::. diz:
o pequeno é uma glaça. tipo, esse filme que vai passar é de 2000, mas JT tá super novinho. ja passou akela época do cabelinho-de-anjo-loirinho (já ia dizer anjo gab..deixapraláa)
Gaby Carrot diz:
HUAUHAHUAHUAUHAHUUHAHUUHAUHAHUUAHUHAUHAUHAHUAUHAHUAUAUHAU

HAHUAHUAUHAHUAHUAUHUHAUHAHUAHUAHUAHUAUHAHUAHUAHUAHUAHUAUH
AHUAHUAHUAUHAUHAHUAUHAUHAUHAHUAHUAUHA³³³ mas vai beijar bem assim la na merda, né? (666
mas ainda bem que ja tinha passado aquela fase de loirod+. era horrivel! uhahuauh
.:: BeatriZ ::. diz:
SUPER³!! nem ele gostava dos cabelinhos cacheados! mil vezes atual
HUAUHAHUAHUAUHAHUUHAHUUHAUHAHUUAHUHAUHAUHAHUAUHAHUAUAUHAU

HAHUAHUAUHAHUAHUAUHUHAUHAHUAHUAHUAHUAUHAHUAHUAHUAHUAHUAUH
AHUAHUAHUAUHAUHAHUAUHAUHAUHAHUAHUAUHA³³³ mas vai beijar bem assim la na merda, né? 66 [2]

(...)

Gaby Carrot diz:
beija!beija!
não!
.:: BeatriZ ::. diz:
BESO!
Gaby Carrot diz:
ele deve beijar bem pra raio!
.:: BeatriZ ::. diz:
agora os dois idiotas
beija! beija! beija! beijou!
Gaby Carrot diz:
só que ele deve beijar melhor. mas não tão bem quanto o nosso anjo!uhauhauha
.:: BeatriZ ::. diz:
qual? JT ou Eric?vNosso anjo é um paraíso! ahushuahsuashu / exagerei
Gaby Carrot diz:
eric. acho que o justin ainda não se sentia tão a vontade beijando em frente às cameras...
sim, o noss anjo foi o paraíso! beijar foi realmente bom pra mim pela primeira vez! uhahauhau
.:: BeatriZ ::. diz:
uuhhh!! Se o personagem do Eric fosse romantico q nem o Jason, ô blz! a idiotisse dele é.. ;P Sorte da atriz que pode bja os dois!
Gaby Carrot diz:
putz agora que eu fui parar pra pensar nisso... uhahuua
.:: BeatriZ ::. diz:
hsuahsuahuahuhsuahu


Bom, muito bom! Tirando o fato dele ter empolgado e agarrado minha bunda.. - estou acostumada, o meu primeiro ficante era muito indecente - Beija SUPER beem!!
Ele até que foi gentil comigo. Ele avançava 95% e eu 5%. Pedia mais um beijo - dessa vez na boca - e eu dei, fazia carinho em seu cabelo e ele suspirava com a empolgação.

(Adoro fazer carinho no cobelo dos meninos ;x)
A maioria dos meninos que ficamos são galinhas, beijaram mais de 4 ou 5 na mesma noite, com certeza. O bom é que eles tem atitude e beijam bem (pra car*lho)!
Adne comentou que o cara de vermelho (o primeiro que a Nanny beijou) beija bem.

(...)

Contei pra minha Best (Camila) sobre sábado. Ela queria que eu ficasse com o Jesse, mas não tive coragem. Como sou uma idiota!
Ela é afim de um menino do segundo ano e ele a corresponde, ficava dizendo:
-Cadê o Vinny!? Cadê ele?? - como se quisesse logo ficar com ele.

Mew, Vinny é um GATO³!! Camila é muito sortudaa!! E ainda fala que eu que tenho sorte --'


Queria poder voltar no tempo e deixar rolar de novo. Tudo começou com
One Kiss
-Um beijo - ele pediu de novo e obedeci. Este ficou marcado. - Foi bom ter ficado com você. Tchau! - e mais um beijo, nossas mãos foram soltando lentamente até os dois caminharem em direções diferentes.

beijos :*

domingo, 24 de maio de 2009

Freedom!!

Liberdade aos jovens! UHULL \oo/
Aventura de ontem: Festa de arromba


Eu, Adne, Nanny e Gabe. Naquela festa com direito a bebida e muita dança, muitos rolos apareceram.


Pra começar, (quase) todos nós ficamos 'tontas', as (minhas) pernas ficaram doloridas de tanto dançar e andar, dançar só aumentava a 'tontura', a fila do banheiro sempre era enorme e a privada do banheiro feminino quebrou (foi derrubado) e o dono da festa teve que pagar o preju, além dele ter torcido o pé.
Mesmo com a 'tontura', eu tentava me conscientizar pra não fazer nenhuma bobeira. Pensava comigo: Vou me concentrar e não deixar essa tontura me possuir.
Vi nossos colegas e ex-colegas. Vi até o cara que eu era a fim.. Gabe já insentivava: Agarra ele! Se tiver bêbada, vai lá! - não tive coragem, porr*! É facil dizer, mas como eu queria ficar com ele.. Me arrependi ='(

Conhecemos um cara gente boa na fila do banheiro e serviu de 'cupido' da Nanny. Ela foi a primeira a ficar.


Na fila da bebida: Outro cara apareceu - eu achei bonito, mas a Gabe não ;P - e.. Adivinha. Ela beijou o cara.
Na pista de dança, a Gabe deu sorte. Ficou com um menino de camisa preta e disse que tinha gosto de pasta de dente.

(...)

Nanny parecia estar rejeitando o segundo cara, eles ainda estavam ficando e ele não a largava de jeito nenhum. Puxamos ela e o cara fez cara de tacho.

(...)

Indo para a fila da bebida, um menino de preto passava a mão da barriga até a minha mão para puxar - tentava me agarrar pela barriga - enquanto passava do meu lado.
-Um beijo - ele pediu.
-Não - respondi recuando.
Ele avançou e, quando dei por mim, já estávamos se beijando. Ele tinha gosto de pasta de dente..
-Qual seu nome? - perguntei (perto de sua orelha)
-Gabriel. E o seu?
-Beatriz.
-Sempre queria ficar com uma Beatriz - cantada barata, eu sei.
-Aê, muleque! - dizia alguém comemorando por ele.

(...)

-Acho que fiquei com o mesmo cara que você - eu disse para Gabe - Ele tinha gosto de pasta de dente. Ele se chama Gabriel.
-P*ta que pariu! Vá tomar no c*! - dizia ela (de brincadeira?)
-Desculpa! Ele que veio agarrando! Me perdoa.
-Eu sei. Agora podemos dizer que ficamos com o mesmo cara. - deu um abraço - Ele disse pra você que era a garota mais bonita da festa?
-Não. Disse que sempre queria ficar com uma Beatriz. (risos)
[FRIENDS 4 EVA] Não é por causa de um menino que a gente vai brigar, né Gabe?

(...)

Nanny gritava: UHUUL! WOW!
Ainda perguntava pras pessoas que conheciam (como o João Coma): Estou sã? Estou sã??
Deu pra perceber que ela não estava sã né?
O Coma deitou no nosso colo, chapado imaginei. Safado, quase pegou 'naquele lugar da mulher' da Adne. Os dois fechavam os olhos e 'durmiam' com a tontura.

(...)

-Eu quero ficar com ele!! - dizia Adne - Tem uma menina dando em cima dele!
-Vai lá e agarra ele, Adne!
Ela também não teve coragem.

(...)

Nem deu 1h pra Nanny ficar sóbria - como eu estava depois de deixar de beber - e ela e Gabe foram embora. A mãe dela deve ter desconfiado, claro!
-Cuida dela. - Gabe sussurrava se referindo a Adne.
-Cuida dela também. - me referi a Nanny.

(...)

A Bia (da tatoo butterfly) chorava.. okay, isso foi por motivo diferente.. O ex dela tava lá.

(...)

Uma amiga da Adne apresentou um cara pra ela e ela foi. Ficou com o cara de camisa branca [?]

(...)

21:00 - Hora de botar todo mundo pra fora.
-Yago, você viu a Adne?
-Ficando com um cara.
Me deparo com um menino agarrando ela, era seu amigo tentando ficar com ela - Adne não queria, mas ele insistia.
-Bia! ME AJUDA! - o que que eu podia fazer?

(...)

Cara, que tontura! - pensava comigo - Por que essa mulher não cala a boca?
Minha mãe contava histórias da minha avó no hospital e muito blábláblá. Tinha que fingir que estava escutando pra ela não desconfiar de nada.
-Você não bebeu não, né Bia? - perguntava ela.
-NÃO!! CLARO QUE NÃO, MÃE! Tá louca?
-Sua pele tá quente. Tem certeza de que você não bebeu? Está cambaleando.
-Não, mãe. Acho que dancei muito e não consigo me equilibrar.
rsrs

(...)

-Está cuidando bem dela? - perguntei pra Gabe no cel.
-Ela tá melhor.
-Fiquei com o Jesse! - o cara que eu era afim.
-O QUÊ!?
-Ela ficou com o Jesse? - ouvia a voz da Nanny no fundo.
-BRINCADEIRA!!
-Vá tomar no c*! (...) Adne ficou com alguém?
-Aham. Só não vi a cara dele. A mãe da Nanny desconfiou de alguma coisa?
-No carro, de boa. No elevador ela tropeçou num degrauzinho e a mãe perguntou: "Tomou quantas?" e ela respondeu que o pé dela tava doendo muito (por causa do salto).
-Boa desculpa!

A ligação caiu. Acabou meus créditos. Eu ia ligar de volta pelo tel, mas minha mãe tava usando. Como queria calar a boca dela (de novo). Era muito barulho pra minha cabeça!

Fui durmir, mas não bem. Acordei hoje 5:20 da manhã por causa da ressaca - olha que não bebi muito! Só uns 2 ou 3 copos ;P - e não conseguia achar remédio. Ainda bem que minhas costas estava doendo e aproveitei pra pedir (pra mamis) remédio pra dor (geral). Não pedi aspirina porque é óbvio demais né?
Já tomei bastante água e durmi de novo.


Acordei uma nova mulher ;D huashausahsuashshu

beijos ;*
ATENÇÃO: Essas informações está com suspeitas de alterações.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Confiança

Vontade de chorar, mas tenho que me segurar.
Tudo vai acabar bem, Bia.

Cansada de correr atrás. Corra aqueles que se importam comigo;

Minha vida inteira sou uma seguidora. NINGUÉM nunca me seguiu; se seguiu, mudou seu rumo.
Hoje enxergo a realidade: Sirvo para escutar, não sei comentar. Não sirvo para dar minha opinião, sou enxergada como 'apenas mais uma no grupo'. O valor das pessoas ao meu redor é tão importante para mim e não sou valorizada do mesmo jeito. Sou burra de não enxergar isso!
Ninguém fez nada disso (até agora), não estou julgando, eu só enxerguei o meu mundo pelos outros olhos.


Quero ser valorizada, ter alguém do meu lado e não na minha frente. Cansei de correr e agora só irei caminhar. Se eu for devagar, aqueles que me valorizam esperará, mas não à distância, ao meu lado.


É algo errado comigo, tenho certeza. Tento me abrir ao mundo e não consigo. Não sei o motivo disso. Por quê? Definitivamente sou eu.


Estou em decadência. Não sei mais o que é amizade, não sei onde está a amizade e o amor, não sei quem devo ter importância.


(...)


Atrasada como sempre, minha mãe não chegava para me buscar da escola. Eu fixava meu olhar para aquela estrada deserta e torcendo que um carro prisma prata chegasse, o vento assoprava de oeste para leste, uma pedra no caminho suportava esse vento.
Ao chegar, uma breve notícia:
Sua avó teve um quase derrame, a pressão (alta) chegou aos 20 (o normal é 12 ou 13) e estava no hospital. Mais isso para acontecer.


No hospital:
Ao entrar pela porta, um breve sorriso naquele rosto sofrido - nunca vi ela sorrindo pela mminha causa. Encontrei alguém que se importa comigo - na sua pele magra, encostei minha mão, perguntava se estava bem. Ela dizia que 'sim, obrigada. Abrigada por vir. Muito obrigada, sayuri.'
Ao sair pela aquela porta, não aguentei segurar e desmoronei.
Outra pessoa que se importa e sempre se importou comigo: Minha mãe. Ela pôs seus braços ao meu redor. Dizia que tudo vai ficar bem. Ela vai melhorar, você vai ver.


Toda a dor que suportei hoje foi liberada, mas parte dela ficou presa em minha garganta. Dói! Não conseguia tirar esse nó.

Para me receber de braços (ou patas) abertas: Minha cadelinha (Layka) corria em minha direção, balançava o rabo e as orelhas enrugavam. Meu único consolo. Só ela me faz feliz!

É idiota, eu sei, mas o cachorro que você criou nunca vai deixar de amar seu dono. É mais que amor materno. É..inesplicável!


Agora, minha avó voltou para o hospital. Estou um pouco preocupada..
Layka acaba de botar as patinhas dianteiras no meu colo e bater o rabinho por eu ter acariciado sua cabeça.
Uma foto dela:


Ela não é linda, gente?




Amanhã é outro dia


beijos :*



terça-feira, 19 de maio de 2009

Final Infeliz




Um lado, está uma amiga - mergulhando num rio de lágrimas.
Pelo outro, está outra - por motivo diferente
Entre as duas, estou eu - caindo nas lágrimas também.


"O final somos nós que fazemos, seja lá bom ou ruim. Agimos e arrependemos. É assim - coisas boas parecem inacabaveis, precisamos levar um tombo pra perceber que não é verdade. Levantamos e continuamos andando. Enxugue as lágrimas! Você não terá o suficiente no sábado. E não culpe você mesma se a sua volta está voltando contra você."
- Bia para Gabe




Só na sua mente o mundo é otimista. A realidade é ser pessimista.



Em http://deliriosirreais.blogspot.com/ explica o fim da amizade entre Paula e Gabe.



Sinto muito, meninas.




Ergui minha cabeça ao alto e pensei: O que pode acontecer de pior agora? O que pode acontencer pra deixarmos mais tristes ainda?
A vida! As injustiças que ela trás de uma só vez. Não aconteceu por acaso, existe a causa e a consequência e o culpado é o destino.
O réu tem seus motivos e o tribunal conclui que ele é inocente. A vítima que se foda! Que se vire nos 30 no mundo!!
Sofremos, mas sobrevivemos. Não quer dizer que o mundo acaba aqui.

A vida é um texto cheio de vírgulas. Um 'quase fim do mundo' é ponto e vírgula. O fim é o ponto final. Considero hoje um ponto e vígula puxado pro vírgula.

Desmoronamos tanto que os olhos derreteram. Levanto e grito:
-PARE! Não tem que ser assim.
Mas perguntam:
-Como deve ser então, se não há como mudar?
Então, fico sem respostas. Devo aceitar como está e não interferir?

(...)

Quem somos nós para descrever a nós mesmos? Apenas quem te conhece sabe descrevê-la completamente.
Temos que auto-relatar sobre sua personalidade. Seus gostos, o jeito, pensamentos.. Levam à personalidade. Deve apenas se auto-conhecer.


O vento secará minhas lágrimas, a briza confortável irá me distrair, mas só você poderá me fazer feliz.



Tudo vai se resolver, de alguma forma mas vai. O tempo decedirá quando e você decidirá como.

Dia (um pouco) emo..Credo!

"P*ta que pariu!
C*ralho! Ai que frio" (4 batidas na mesa)

Trecho que fizemos hoje no primeiro intervalo, tavamos morrendo de frio. O ritmo é parecido com aquelas 'gritarias' da arquibancada de futebol, tipo: (...)Louco por ti Corinthians!
(...)


Aula de história: Idade média. A professora escreveu o nome do Leonardo da Vinci (pintor renacentista) na lousa; Adne perguntou de novo como se pronuncia;
-Depende - repondeu a professora - Em português, os nomes vão variando pra língua..
Aí ela contou uma história maluca de que um bêbado deu o nome (pra alguém) de..SEI LÁ! Não prestei atenção nisso, mas imagino um bêbado criando nomes. Clemêntinalva, Mário Armário, João Coma, Ariwesley, Ariwilson, Aripotiguara, Ariweber..(webert) rsrs <-- Yago é bêbado!



Mês passado, Val (professor de inglês) deu uma brincadeira: Ele deu umas folhas sulfites, colocava umas frases em inglês na lousa e tinhamos que completar a frase com verbos, adjetivos; dobrava a frase pra 'cobrir' e entregava pro outro, assim sucessivamente.
A primeira frase era colocar/criar dois nomes. Yago (o colega que perguntou sobre a pronuncia de Código da Vinci; Vinti) criou dois nomes: João Coma e Ariwesley; baseado nos colegas João Vitor e Ariadne. Aí surgiu os apelidos; ao longo dos dias foi-se complicando (Ariwilson, Aripotiguara..)
Ariweber.. O dia + engraçado:
-Ariweber! - chamava Yago
-Parece um sapo (o som que eles fazem: webert!) - criticou Adne
Yago foi rir e saiu uma méleca-amarela (por impulso). Cagamos de rir!


(...)


Aula de Inglês: Text-Tatoo. Val perguntou quem tinha tatoos na sala, o quê, onde e porquê (e porquê do onde).
Bia (não eu) tem uma butterfly nas costas (perto da nuca) - que por sinal é lindoo! - e o por quê..é porque gostaa ué!
Nanny tem duas estrelinhas no pulso, pois é mais dicreto. Ela diz que representa seus pais e/ou as duas (melhores) cidades por onde ela passou e gostou: Pouso Alere e São José dos Campos (aqui).
ATÉ O VAL [entendeu o trocadilho] TEM UM! Um escorpião, nas costas. É o signo dele (que nem o meu). Ele não queria mostrar. Awww.. que pena! huashuashuas³



Pra quem quer fazer/vai ter tatuagem como símbolo de algo bem significante, que não seja o namorado/marido. Acredito no amor, mas tatuagem não é (melhor) modo de provar ou marcar esse amor. Digo, um dia pode acabar e aí já era. Um amor é gravado como tatuagem no coração e não na pele.


(...)
Yago estava contando sobre sua história do alargador, ele alargou a força..Alguns alargadores ficavam pequenos (5,6..) neles e usava os maiores (8,9,10), depois parou de usar os maiores. Deu um pouco de agonia. Ficaria estranho colocar aqueles alargadores que vão até o ombro - ainda deixá-lo sem, depois de alargado sozinho..
Segundo intervalo. Adne tacou dois elásticos pra longe, sabe-se lá onde foram parar. Dessa vez não estava tão frio, já estava fazendo sol. Nanny comprou 'Cremosinho'* azul muito bom, todos ficaram querendo provar. Eu 'arranhei' o saquinho com meu aparelho e vazava.. Desulpaê Nanny, foi mals! Mas fazer o que? Não tem como tirar (com a mão) aparelho fixo né? Só acidentando..

(...)



Aula de Matemática. Já que a Nanny já sabe sobe a carta (ex-)Surpresa - fizemos cartas dedespedida para ela e, como já sabem, ela já sabe - ficamos lendo as cartas (não a Nanny). Na verdade, eu não consegui ler todas, mas só de ler algumas me magoa.
Lágrimas correram sob meu rosto, a carteira ficou molhada - pingos pretos por causa da maquiagem.
Adne também chorava, mais que eu. Seus olhos ficaram vermelhos, assim como os meus, o nariz avermelhado. Fiz/tentei de tudo para parar de chorar, só guardava mais uma dor no peito que não conseguia aguentar, extravazei.


Eu sou assim. Na hora de sentir é difícil chorar. Chorei porque deixe-me chorar. Na hora de tentar parar, não dá. Quando tento, não aguento, isso só faz adiar minha dor para a próxima vez que as lágrimas cairem. Adiei tanta minha dor - na hora de fazer minha cara - que, dessa vez, não aguentei mesmo. Vou me tranquilizando aos poucos. Me tranquilizei.



-Ajude-me! - dizia Nanny (para qualquer pessoa), tentando acalmá-la.
Dei um abraço nela, mas o choro aumentou. Começei a chorar junto! Isso só fez piorar ainda mais. Só o Yago pra fazer Adne rir com suas gracinhas (idiotas).
Nesse momento, via olhos voltados a minha direção. A sala percebeu que eu e Adne estávamos em momento emo, o professor também percebeu. Bateu o sinal, checamos nossos olhos vermelhos. Não é que depois de tanta choradeira sobrou lápis no olho? O rímel foi por 'água a baixo', literalmente. Os da Adne não sobrou um ponto pra contar a história.


(...)


Compramos *'Cremosinho' azul! É MUITO BOM, mew! É tipo um sorvete bem gelado em saquinho, tipo geladinho.
Paula não foi na aula hoje. Está doente. Melhoras!


(...)


Depois do almoço, fui direto pro computador. Quando soube que o poster oficial de Lua Nova saiu, surtei.



Como Edward é sexy (e fashion). Como Jacob é gostoso. Como que Bella pode?


Terminando por aqui.
beijos :*

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Triste e Desapontada

Hoje, segunda-feira, o dia estava contra mim.
O céu cinzento, clima frio, olhos vermelhos e cansados, tempo apressado, banho, secador, lápis de olho, rímel, boca ressecada, gloss, mochila, corrida pelas escadas, porta, carro - cadê o meu fone, meus brincos, colar? esqueci. já era - escola, carteirinha, catraca, comprimentos, colegas, conversas, sono, escadas, sala, carteira, aula.


Adivinhem. Minhas..NÁDEGAS..Continuam DOENDO! Um pouco, mas estão.
Tive que me sentar - por seis horas, nas aulas - assim:

Imagine, então, como estão minhas costas agora. Ai meu cox!

Quando cheguei na escola, cumprimetei minhas colegas, elas estavam falando de matar 'fulana' por ter estragado uma surpresa - sexta, fizemos uma 'festa' surpresa para Nanny na Família Gaucho, foi uma surpresa saber que ela já sabia da festa - as meninas estavam com raiva. Eu não, ainda estava inconciente e não escutava quase nada. Minha alma ainda estava em casa e meu corpo estava subindo automaticamente as escadas.

(...)

Na aula (chata) de química, depois do intervalo, uma criatura pequena, marrom, com asas - uma mariposa que voava baixo, sem preocupação com os humanos - surgiu de baixo da carteira da Nanny. Ela pulou da carteira e segurou minha mão, gritava:
-AAHH!! UMA MARIPOSA! MATA! MATA!
No final, a criatura sofreu um leve acidente de tênis e partiu para autra dimensão. rsrs
(...)
Um colega nosso estava discutindo sobre a pronúncia correta do nome de Leonardo da Vinci. Ele dizia: "Vinci" (do jeito que se escreve); e nós diziamos: "VINTI!" (em italiano). O cara entendia VINTE (numeral: 20). Adne (colega que ri escandalosamente, feito porco) chegou até a perguntar ao professor.
-Psôr! Como se fala "da Vinci"? - perguntou em voz alta.
(vaiada)
-Vinti - respondeu.
(...)

Aprendemos um novo jeito de decorar a Tabela Periódica! - Fazendo frases sem-sentidos comos elemetos químicos.
Acompanhe: (na vertical)

IA: Li Na Ksou com Roberto Césio na França
IIA: Beth Magrela Casou com Sr.Ba Rao
IIIA: Bom Aluno Garante Indice Total
IVA: Cada Situação Gera Sonhos Proibidos
VA: Não Posso Assistir Suruba Bissexual
VIA: O S Se Te Porquinhos
VIIA: Ficou Claro que Bhrama Imitou Antártica
VIIIA: Helio Neurótico Arrancou o Kr*lho do Xerife Ronaldo


Troquei algumas palavras das originais, mas ficou legal né? Agora, não me perguntem como decorar os nomes dos elementos.
(...)
Aula de Redação. Na apostila, tinha umas tirinhas meio sem graça só pra deixar a apostila 'interessante'. Adne já tinha lido as tirinhas da aula de Ambiguidade, ela ri com qualquer tirinha.
Ela não esperava a hora da professora ler essa:


-É agora. Essa é a mais engraçada. - dizia ela, não esperava acabar o quadrinho para rir.
E a 'Psôra' começava a ler os balõesinhos.. "Veja! Posso chutar minha cabeça! Aposto que você não pode!".."me expressei mal!"
A menina MIJOU DE RIR! Ficou rosa, vermelha, roxa, azul. Não conseguia respirar, ria como porco, chegou até a chorar.. E a professora não entendendo nada.



Final da aula. Uma gangue veio falar com a menina(Paula) que 'estragou' a surpresa, exclareceu tudo, pediu desculpas e pronto. Sem detalhes. Pena que as meninas continuaram um pouco bravas, afinal, foram semanas de trabalho para arrumar essa festa. Nanny apenas descobriu.
Chorei um pouco, não pela Paula ter contado, mas pelo fato de saber que não consiguiremos fazer outra surpresa (e pelo esforço), o fato de não fazer uma despedida 'decente' ou marcante - como previamos -, o fato de que ela vai embora. O dia está chegando rápido, muito rápido <-- Isso me deixou mais triste ainda.

Pra piorar: fiquei sabendo que teremos SIMULADO (justo) nesse sábado. F*deu!


Resumindo:

Problema 1: O tempo de arrumar foi muito curto e fiqui ridícula.
Problema 2: Uma mariposa invadiu a sala e foi morta.
Problema 3: "da Vinci" se pronuncia "da Vinti", sem discussão.
Problema 4: Não entendi nada na aula de química hoje e é provável que caia na prova. A única coisa que prestei atenção foi o negócio da Tabela Periódica.
Problema 5: As meninas 'discutiram' com a Paula e morreu o assunto por aqui.
Problema 6: Tem Simulado essa semana e estou ferrada.
Problema 7: Nanny vai embora no dia do Simulado.
Problema 8: MINHA BUNDA CONTINUA DOENDO! [vou parar no hospital] (quem tem Dorflex?)
Problema 9: Adne tem sérios problemas de risos.


Chega de problemas por hoje!


beijos ;*


P.S: O Post abaixo é pra quem gosta de Twilight saga. Cullens (e Jake) de Go-Go Boyz! YUHULL!!\oo/

Twilight: Go-go Boys

Twilight' Go-Go Boys! Edward, Emmett, Jasper, Carlisle and Jacob. OMG! [babeibaldes]

fonte: http://www.foforks.com.br/


Try JibJab Sendables® eCards today!

domingo, 17 de maio de 2009

Problema do dia: Domingo tedioso

Domingo é dia de descansar - se 'descansar' significa 'fazer p*rra nenhuma', então eu fiz.
Sabe como é ficar praticamente o dia inteiro com a bunda grudada na cama ou na cadeira do computador? Acho que a minha já deve estar quadrada!
Eu queria assistir algum filme hoje, mas olha a lista dos filmes em cartaz:

->A agenda [14]
->A festa do Garfield [L]
->Amigo é pra essas coisas [12]
->Anjos e Demônios [16]
->Divã [14]
->Gran Torino [14]
->Monstros vs Alienígenas [L]
->Star Trek [14]
->X-Men-Origens: Wolverine [14]



Fui excluindo os que eu menos/não queria, sobrou: X-Men e Anjos e Demônios. Só que já havia assistido Wolverine, então, tirei da lista. Assisti o trailer do Divã, achei engraçadinho, mas pô! Tinha que ser nacional? O povo diz: "É legal!" ou "Você tem que assistir". Detalhe: os autores dessas frases são brasileiros e os mesmos apreciam (tudo quanto é) qualquer filme brasileiro. Até filme da XUXA! Só vou assistir Divã quando sair em DVD pra alugar..
Pra constatar, tenho 14 e minha mãe nao queria ir no cine comigo assistir Anjos e Demônios. Chato é o guichê do cine EXIGIR identidade, aí já não dava mais pra ir no cinema.


Fiquei plantada em casa, no computador. Fiquei jogando uns joginhos (lagais) de atender clientes de pizzarias e sushi bar - xP Quando a gente não faz nada, fazemos cada besteira né? Não pensem m*rda, por favor -, assisti uns videos no Youtube, como este:


Teorema de Carlão:

http://www.youtube.com/watch?v=XcKjdY-0GXg&feature=related

Burrice é foda:

http://www.youtube.com/watch?v=InDG-8iJl7o

Teorema de Carlão passou no Garagem do Faustão hoje, 10 né? Rachei de rir!

Burrice é foda foi uma sugestão de um amigo. Acho que eles não conseguiram um bom emprego e foram participar desse programa de conhecimento da SBT pra ganhar $. Chegaram em casa sem $ no bolso.. E SEM CONHECIMENTO! rsrs

Depois, resolvi blogar um pouco. Agora estou aqui escrevendo como foi meu domingo de chatisse. A única coisa boa que aconteceu hoje foi ter durmido até às 15h(!!). Pior que acordei pensando que, amanhã de manhã, sofrerei para levantar da cama. Baixei meu próprio estima u.u!

Bom, agora vou saindo porque meu assento está doento pra c*cete! Trocarei a cadeira pela cama - ela é mais fofa e confortável para o meu estado - e assistirei um pouco de Fantástico <-- É cultura, minha gente! Além do mais, ADORO Cilada!! Bruno Mazzeo é hilário

Terminando meu post com o video do Bruno no papel de Hilário, o piadista, no Programa do Jô.

http://www.youtube.com/watch?v=GW4ZgPewSPA

beijos ;*

sábado, 16 de maio de 2009

Pegar o trem a BH






É difícil ver uma pessoa partir, principalmente se for a pessoa que você adora(ama). Saber que não voltará a vê-la todo dia, o contato, as manhãs, o alto-estima, os assuntos e o dia-a-dia não serão os mesmos.


Seu carisma, suas opniões, seus conselhos, bondade, felicidade, integridade, racionalidade, carinho, as risadas, os micos, as fofocas.. VOCÊ fazerá muita falta! Não tem ideia do quanto.


Uma das minhas Bests (Ianny) vai embora para Belo Horizonte daqui a 1 semana - só estando no meu lugar para saber o quanto ela é importante para mim -, ela estuda comigo na mesma sala. Vou contar um resumo da nossa história:


2008: Eu estudava na outra sala e conheci a Ianny através de uma amiga(Gabriela) que estudava na mesma sala. Nas semanas de provas, fomos nos aproximando - passavamos mais tempo juntas. Foi então que um dia eu briguei com a Naiara (Best da Gaby na época) e nos afastamos (Naiara, Gaby e eu). A Ianny foi uma das primeiras a me consolar, nos aproximamos mais ainda. Perto do fim das provas (do ano) acabou esse afastamento e ficamos numa boa.


2009: Colegial. Eu tive a burrice ideia de estudar a tarde, achei muito tédio e muita fofoca. São poucos alunos que estudam a tarde, depois de um tempo TODO mundo fica sabendo de TUDO sobre você. É horrivel! Ainda tinha um clima estranho na sala por pessoas que não gostaram de outras e tals.


A Nanny ja havia anunciado que partiria logo, então, mudei para manhã depois da semana de prova. Afinal, queria ter a oportunidade de estudar com ela já que não aconteceu ano passado e não passava tanto tempo ao seu lado. Foi uma grande ideia. Estudar com ela é SUPER! Fico honrada.



Agora, ela vai embora e estou tentando aproveitar todos os segundos ao lado dela, mas o tempo não é o suficiente. Tenho medo de deixar não conseguir aproveitar a tempo, sei que ela não vai embora pra sempre só que com certeza não será o mesmo sem tê-la por perto. É como se você ficasse na solidão (novamente).. Não estou só (no mundo), mas uma mudança radical acontecerá daqui a uma semana.



Em um livro, não sabemos o que irá acontecer- apenas virando a página. Gostaria muito de continuar nesse capítulo que estou vivendo hoje, com as minhas personagens secundárias junto comigo, no meu dia-a-dia. Só que as páginas continuam virando, sem você menos perceber, chegou no final do capítulo.

A história continua! Quem sabe depois de mais alguns capítulos os personagens se encontram novamente? Eu acredito nisso.

Como nessas horas eu gostaria de ser a autora da minha própia história, sou apenas uma personagem principal sendo controlada pelo destino, esperando um par romantico surgir na minha história (como naqueles romances em que o cara surge do nada e vem conversar com a garota e você ja sabe que será seu par romântico), esperando um final feliz, aguentando os suspenses, passando pelos piores momentos.. Eu posso escolher como serão as linhas do meu livro, só não posso decidir o rumo dos personagens da história.

Nanny,

Aproveite o seu novo capítulo, e se gostar do último, volte a ler. Boa leitura!

Te Amo³!!



Amizade não tem fronteiras!!









Introdução


Olá galera!

No nosso dia-a-dia carregamos, toleramos ou surge um (ou mais) problema(s).
Um blog serve também para desabafar, ver o que as pessoas acham (certo ou errado) e até ouvir uns conselhos.
Parece que eu sou problemática né? Todos somos. Uma pessoa normal é uma pessoa que convive com a sociedade sem suportar seus problemas? Um cidadão vive nos problemas.
Nao irei (apenas) falar sobre esse tipo de preblema, mas também os meus problemas.
Escola, amigos, amores, pais, família, casa, vizinhos, cachorro, papagaio, seu Joaquim do Butiquim, dona Hilário, política, cidadania, ética, filosofia, meio ambiente.. O MUNDO!!
O homem criou "a solução dos problemas", mas essa solução pode criar novos problemas. Ou seja, nunca escaparemos de problemas. Afinal, O MUNDO não é um "mar de rosas" né?

Divirtam-se com meu blog!
Beijos ;*