segunda-feira, 29 de junho de 2009

Mundo Virtual

Quando pensamos que o mundo virtual é tudo mentira, isso é mentira. Não digo que há vida nesse mundo, mas nós que damos a vida a ele.

Por exemplo: eu escrevo meu diário nesse blog; não quer dizer estou inventando tudo isso e não faria sentido se eu tivesse mentindo, certo? Tento deixar esse blog o mais interessante possível, logo dou vida a ele.
Assim como (todos) os blogueiros, damos vida aos nosso textos, nos expressamos, inspiramos.. Aquilo que estamos sentindo botamos para fora, sem medo de nos expressar.
Os poetas são diferentes, mas quem lá diz que o poeta inventa seus poemas? Digo melhor: qual poeta finge ter um sentimento para escrever uma poesia? É com ele que possa inspirar-se, ter novas idéias, expressar - a ideia principal da poesia. Palavras que imprecionam os leitores, a verdadeira arma dos poetas. É com ela que eles atiram a bala do imprecionismo no peito dos leitores, cativando seus corações - outra ideia da poesia.
Historiadores inventam cada história! Algumas baseados em fatos reais, outras fictícia; alguns são dissertativos, mostrando (todos) os fatos; alguns narrativos - esses são os de verdadeiro criatividade. Colocam ênfase nas histórias, palavras que possam emocionar o leitor. Usam tantas palavras apenas para mostrar um fato ocorrido e, ao concluir-se, o leitor é capaz de enxergar o final de várias maneiras ou uma ideia padrão do texto. Um começo, um meio e um fim - é isso o que eles proporcionam, o básico das histórias.
Tantos blogueiros como os poetas e os historiadores, existem uma semelhança: Querem mostrar, expressar e escrever. Usam tal criatividade para atrair leitores, (in)dependentemente de sentimentos.
Mas a diferença entre o blogueiro dos historiadores e poetas é: ele pode usar as duas técnicas juntas, fugindo dos padrões das histórias ou poesias; fugindo dos limites; buscamos passar um pouco do nosso mundo para o mundo virtual, onde todos tem acesso.



Fugindo um pouco desse tema. Estamos na Era Digital! A tecnologia não serve apenas para simplificar nossas vidas; sendo boa ou não; não podemos fugir dela!
Alguns (principalmente os de idade) reclamam da Era Digital, usam aquele argumento de que o Homem conseguiu sobreviver (até hoje) sem essa tecnologia; reclamam de algumas técnicas, ois ela 'estraga' o ser humano.
Agora eu reclamo: Por que não controi uma máquina do tempo e me mostre como eles viviam sem a tecnologia? Aproveite para alterar a história do mundo! [entendeu o trocadilho?]


VIVA A ERA DIGITAL!
beijosmeliga ;*

domingo, 28 de junho de 2009

{D}A Hora (d)o Rush

Correndo contra o tempo, tentando alcançá-lo a cada minuto. O relógio do celular em minhas mãos, meus olhos estreitos aos números. O tempo não passava devagar, como minha mente 'pensaria', mas se passava rápido até demais!


Os convites doa festa do CTA são caros para quem é visitante (R$5), como sou servidor (R$3) é mais barato (claro). Fiz o favor de comprar para meus amigos. 5 pra letty, 1 pro Gabriel.
Logo fiquei sabendo que pra entrar no CTA era obrigado a mostrar o convite. Então, marquei com a Letty e o Gabriel de me encontrar no Extra pra poder entregar os convites. Chegando lá a Letty tava querendo mais 2 convites - isso porque eu tinha que comprar mais 2 pa Fê. Bom, não tinha como eu comprar pra ela.
(meia hora na fila): Eles iam fechar as vendas às 4. Chegou minha vez (15:55)! Sorte!!
Tive que ir do outro lado da cidade só pra entregar os convites da Fê, porque ela não podia sair de casa. Eu não tinha troco pra ela e disse que ia devolver depois.
Voltei pra casa e começei a me arrumar - mesmo faltando 2h pra festa - e liguei o msn. Já tinham gente se preocupando com o clima - estava chovendo em algumas regiões da cidade, menos onde eu moro - e, se chovesse, a festa praticamente acabaria! É área aberta, coberto só nas mesas e nas baraquinhas. Não adiantaria muito ficar pisando na lama ;P Seria muito nojento e não valeria a pena! (Estava chovendo..FORTE!)

O pessoal resolveu ir no cinema, eu peguei o papel de chamar o povo, mas praticamente todos deram trela. Então, furou! "Desisto", como disse a Fê. O problema é que eu tava MORRENDO de vontade de sair, de qualquer jeito! Com os amigos, claro. Resolvi convidar o Gabriel.
Já era bem tarde (quase 22h). Resolvemos assistir Anjos & Demônios [16] (continuação de Código da Vinci) - mudariamos de sala por causa da classificação - compramos A Proposta. Mais fila para o meu dia! Fomos conversando sobre a escola, sobre outros filmes, cinemas (de outras cidades), professores (Zullu, Jota)..
(...)Chegando lá, o casal da frente ia assistir A Proposta. Quando a moça indicou a sala do filme.. FUDEU! P*TA QUE PARIU!! Era a sala da frente!
Sem ninguém perceber, entramos na sala do lado (Anjos & Demônios). A moça tava ocupada em atender os clientes, então..
Na sala, tinha alguém me ligando e desliguei o celular. Tava quase lotado e resolvemos pegar qualquer lugar. O ruim do cinema é que é numerado (as poltronas), se pegamos as poltronas de alguém..FERROU-SE!
  1. Um casal tinha que sentar na 9 e 10. Eu tava na 10. Eu só mudei pro 11 e o Gabriel pra 12. Fingi dizer que "Tá escuro! Nem dá pra ver os números!". Pior que não dá pra ver mesmo. Sussurrei pro Gabriel: "Se perguntarem, fale que pegaram nosso lugar também"
  2. Outro casal estavam procurando as poltronas 11 e 12. Já tava pensando: 'OPS!'; eles iterrogaram a gente. Essa foi surpresa(!) e já tinha pensado que era o 'lanterninha'! Disse: "Desculpaê! O nosso (deve ser) é a letra D e não a F. Nem dá pra ver as letras das fileiras!" e o casal simpático: "Tudo bem, nós confundimos lá (em cima) também."

Mudamos e, dessa vez, ninguém nos pertubou. O cara do meu lado era TÃO alto que não sabia onde colocar/enfiar as pernas! Não sabia se colocava no braço da poltrona da frente, se enfiava no chão.. Ficava se mexendo, todo, desconfortável. Comentávamos, de vez em quando, sobre algumas cenas do filme - nem chegamos a falar tão baixo, mas parávamos antes que alguém reclamasse. Comparamos Robert Langdon com o professor Jota! Os dois não tem religião. Tenho certeza que o Jota NÃO TEM RELIGIÃO!! Todos da sala tentam descobrir, mas ele não fala.
As torturas e sangue nem eram tão assustadores assim. Classificação 16 anos uma ova! Mas é muito louco o filme! Demais!! Valeu a pena mudar de sala.
Fiquei com dor de cabeça depois do filme, devia ser o sono ou ficar com a cabeça grudada na poltrona. Tinha uma fila ENORME no caixa de pagamento do estacionamento. Minha mãe já tava lá, me depedi do Gabriel e fui embora. Agora tava MORRENDO de sono! Continuaram me ligar, até às 1 da manhã! Desliguei o celular, continuei a durmir.

Hora do Rush!! Em tempo real
beijosmeliga ;*

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Goodbye, bad day

Fiquei com tanta preguii de fazer a prova de simulado hoje, cheguei a me espatifar (sentar de mal jeito) na carteira pra descansar.
A diretora veio na nossa sala só pra avisar a data das voltas aulas, sobre a Batalha de Bandas* do colégio e avisar pra olhar o boletim durante as férias para saber se ficou de REC ou não e que a REC vai começar logo que voltar as aulas.
*Vai ser legal! Eu, Adne, Gabe, Paula..(acho que) vamos!
[Preenchendo a cartela de respostas]
-Tem que preencher a caneta.-disse a fiscal na hora que entreguei, pronta pra sair daquela sala.
Ptz! Tive que voltar e preencher (a caneta) o mais rápido possível pra poder ir embora logo!! Adne ficou rindo da minha cara. Só passei por cima e entreguei.

Tava ventando pra car*lho!! Eu torcendo para que apareça o SOL, mas acho que DEUS desejou que HOJE seria um (último) dia RUIM.
Adne ia conversar direitinho com a Gabriela, só que ela queria deixar quieto (não conversar). No final, elas não se conversaram. Começei a pensar que ELA não tava afim de brigar de novo; assim ia prolongar/crescer essa rivalidade entre as duas; ela tava tentando fugir ou algo do gênero.

Camila tava com muita esperança - feliz até - de ficar com o tal menino que ela gosta (ele também gosta dela), mas horas se passavam e a cada minuto sua esperança ia embora e sua felicidade ia junto. Já havia falado com ela de que estava com medo dela ficar assim, mó deprê por causa (dele) das consequencias; suas férias inteira seria assim - pensando nele, nisso e naquilo, no arrependimento e nas atitudes; disse que não IA ROLAR - pessimismo a parte, mas o realismo estava presente. Pensei até que, o que acabara de falar, estava desanimano ela.
Como previ, não rolou. Minha teoria estava certa e, de acordo com essa experiência, concluo que: SABER ACEITAR é um bom começo.

Liguei pra Adne a noite e ela já disse que 'resolveu tudo' com a Gabriela. Tomara que ela saiba aceitar.
Além de despedir dos meus queridos colegas, camila triste, Adne com (um pouco de) raiva, clima horrível (em todos os sentidos).. Final Infeliz!
Mas um dia a gente vai se encontrar de novo. Sábado tem a festa junina do CTA e todos do colégio vão, então..

Mas não irá acontecer novamente, tudo irá mudar para melhor. Eu acredito. Um novo começo..
beijosmeliga ;*
P.S: Pra completar o dia: Michael Jackson morreu! (LUTO)

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Brincando com fogo

Eu tava com medo de que o país não fosse a Noruega!`Porque aí..FUDEU! Descobrimos que era sim! (UFFA!)
João interpretando sua própria parte da apresentação:
(voz grossa, pausando no meio das palavras, com ar de )
(...)o clima da Noruega é bastante rigoroso, com Invernos muito..[pausa]..frios.
Parecia até o professor Rocco falando! (arrancarisos)
A apresentação foi bem curta, mas a professora gostou, então..oquereclamar?
A professora Angélica não veio hoje e quem foi substituir é uma professora de Matemática (do segundo ano) MUUUITOO CHATA!! Gosta de mandar povinho-falante da sala pra fora, é injusta, cafona e grossa!
A gente tava mascando muito chiclete e Adne fez uma bolona que tinha um formato de bunda! Só que um lado maior que o outro. Ela fez uma outra bolona. Estorou e grudou chiclete no nariz! CAGEI de rir!! Meus movimentos foi tão escandaloso que a professora mandou sair da sala. Pô! de novo?! (Eu, Adne e Rayssa)
Explicamos uma história paralela da do chiclete. Dissemos que a Adne se atrapalhou nos livros - derrubando tudo, e eu ri. Mas ela derrubou a apostila mesmo (uma hora), e eu ainda tava prestando atenção na aula MESMO! SÉRIÃO!! Tava começando a entender as funções do problema na lousa.. A Raah não tinha nada haver com a história, só tavasentada quieta atrás de mim. [nãopensemmerda]
Pela primeira vez, escreveram na minha ficha. (okay. E daí?) Ela escreveu:
"Orientação(...) Estava rindo na aula da Samantha enquanto explicava a matéria."
É a quarta vez da Adne!!
No da Raah, a moça escreveu:
"Mandada para fora, pois estava atrás das colegas que estavam rindo" --'
Disse que vai ver com a professora se ela pode tirar essa 'acusação'. Injusto, mew!! Ela nem dá aula pra gente e vai logo mandando na sala? Só porque é professora?! Não abuse tanto da autoridade! Nem estavamos atrapalhando a aula dela.
A Professora de Literatura tava chorando pelos cantos. Ela até falou com a gente e reclamou da nossa sala, com jeitinho. Todos os professores reclamam dela! Mas é verdade, é muita barulheira. Ela pensou que fossemos as únicas responsáveis do barulho. TODOS são responsáveis!
Depois era intervalo e tudo se tranquilizou.
Hoje, um amigo/colega, Rafael, da tarde "matou aula" na nossa sala. Ele é amigo da Gabriela (uma colega que tem "fama") e tava do lado dela conversando.
Obs.:Essas informações podem não ser concretos.
Gabriela: Qual menino você acha o mais bonito? -o amigo não é gay tá? só pra avisar-(aponta o dedo ao redor da sala)
Mariana(colega): O que você ta falando mal de mim?
E começaram a discutir.
Mariana sentou perto de nós, Rafael tava do lado conversando com ela. As vezes Adne e Rayssa metiam o dedo na conversa. Eu fui sincera e disse uma vez:
-Sinceramente, as pessoas que ficam falando dela se preocupam com a vida dela. Só ficam falando nas atitudes erradas.. Nimguém toma a ATITUDE de chegar nela e falar a verdade.

Vixxee!! Que rolo aconteceu hoje, depois da aula!
Adne simplesmente me puxou, só fui seguindo. Ela estava indo em direção a cantina.
Adne bateu-boca legal com a Gabriela. Já não estava entendendo nada. Uma falando merda, outra falando que a outra não sabe o que tá falando.. Tentava tirar ela dali, mas ela continuava no mesmo lugar.

Só quando terminou a briga eu fiquei sabendo do que rolou: Falaram que ela tinha falado mal da gente. Adne interpretou mal a história, eu acho.
Logo fomos falar com o povo, discuti sobre ela, sobre suas atitudes erradas e sobre suas escolhas; sobre eu estar nem aí pra ela, nem se importando, nem ligando pra ela/que ela faz. Propositamente pra não julgá-la. Ela até agora não fez nada de mal para mim/comigo, então para quê julgar?
Rayssa conversou com Gabriela e ela tava chorando muito.
Liguei pra Raah. Ela não se lembra de todos os detalhes, mas ao longo da conversa ela lembrava.
A gabriela tava super mal com a Mariana e com a Adne por causa de hoje. A Raah disse pra conversar com elas, só que a Gabriela falou que elas vem com 5 pedras na mão e não tem como conversar assim. Pior que é verdade!
Ela também tinha falado que ia conversar com a direção pra falar com os pais dela sobre isso. A Raah deu um toque e disse que isso é coisa de primario e eles não vão ajudar em nada. Havia comentado isso com ela, a direção não vão ajudar na vida pessoal de nenhum aluno. Se ela que não consegue fazer amigos, problema é dela!

Sabe de uma coisa? CANSEI! [prontofalei]
Já havia ignorado os boatos dela, nem ligando para o que ela fazia/dizia..NADA! Os problemas são delas, pra quê meter o nariz no meio? CANSEI! E repito: CANSEI³
Odeio julgamentos. Se me julgarem de julgar, eles estão errados (me julgando). Sinceramente, EU NÃO SEI JULGAR! Principalmente se for uma pessoa que nem/mal conheço, como a Gabriela. Quer dizer, conheço mais tempo que qualquer pessoa da minha sala.
Algumas atitudes que ela faz me incomoda, mas nem ligo depois. Já confessei isso pra ela, disse até que por causa dessas atitudes, todos têm uma impressão totalmente errada dela. E essa fama? Piora mais com as atitudes! Ela é apenas DIFERENTE, e ninguém supera além do normal.
Dei um conselho (o meu lema):

Não se importe com os que os outros digam/comentam. Pensar nisso só fazerá mal a você. Deixe eles de lado, a poeira irá abaixar e tudo estará melhor. Fica na tua!

Isso foi na época do 'auge'. Todos odiavam ela por ter estracado a união da sala.
Comparando, está melhor mesmo. Ela até mudou um pouco. Agora os outros que fazem ela ter essa impressão, não as próprias atitudes. Mas ela continua se preocupando com a imagem.
A poera já abaixou dentro da sala, mas ainda continua com uma desfocada neblina. A sala continua uma 'família'.

Estou do lado de ninguém. Apenas revelando as minhas ''teorias''.
beijosmeliga ;*

terça-feira, 23 de junho de 2009

FELIZ ANIVERSÁRIO GABE!!


Primeiramente: Muitas felicidades, AMOR, bondade, sorte, tudo de bom que você merece.
TE AMO³!!



Meu presente: Um cartão-caixa muito lindo com e um espelho com luzinha.
Achei (meio) significativo. Ano passado eu dei um cartão que tinha um brigadeiro tridimencional colaco na capa. Até parecia real!


Eu quebrei o espelhinho dela e queria dar outro para me desculpar. Detalhe: Esse espelho com luz era meu.
Liguei pra Nanny lá pelas 8 - acordei ela coitada, sorry Nanny - pra ela dar parbéns pra Gabe por cel da Fê, mas quando ela ligou de volta, ela desligou o cel.

Aquele cantinho 'das abelhas'. Usamos como esconderijo para ninguém nos pertubar com o bolo - que por sinal tava muito bom - no intervalo. Sobrou até um pedaço. Detalhe: Eramos apenas 9 meninas.

Adne ficou muito estranha nas aulas depois desse intervalo.

Miranda, Daniel, Hedil deram parabéns pra Gabe.

Sociologia é MARA! Cara, é o que há! Discutir sobre Aborto e Durkheim foi muito interessante. Concordamos com alguns critérios, dividi uma teoria com o Jota (professor de filosofia/sociologia). Adne discordou com uma colega (que ela não gosta) nesse debate; ela sabe que Adne não gosta (dela). O bom é que isso pode aumentar minha nota, mas impossível; porque só debati uma vez XP

Até que foi um dia legal, se Adne não tivesse com cara emburrada.

---------------------------------------------------------------------------------------

João deu furo DE NOVO! Foi embora no meio da aula só pra fugir de trabalho. Adne insistia pra ele ir, mas eu sabia que ele ia amarelar. Só foi eu, Adne e Bia.

Dividimos as falas do trabalho. Bia vai imprimir o papel e tals. Está praticamente pronto, só falta apresentar.

(Bia vai embora)
Adne ficou fuçando, fuçando, fuçando no orkut.

Na hora de esperar o pai buscar:

Piedade de mim! Eu tinha que ser a (única) vítima os tapas da Adne. Era quase 18h, tava escuro e não conseguia identificar os carros pois os faróis ocultava minha visão. Ela chegou a bater na minha testa. Garantindo que era um fusca, mas não era. Minutos depois ela me contou o motivo de estar triste durante as aulas.

-------------------------------------------------------------------------------

Mais uma vez, GABE!

FELIZ ANIVERSÁRIO!!

Parabéns!

Não há jardim sem flores, nem coração sem amor.


Beijosmeliga ;*

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Divertindo-se, não o suficiente

Como poderei dizer.. Voltamos a era infantil! Umas 9 meninas (incluindo eu) tavam brincando de telefone-sem-fio >> pra quem não sabe: é aquela beincadeira de cuchichar no ouvido do outro e do outro uma frase, assim sussecivamente, até completar uma volta e o último tem que falar a frase como chegou/interpretou (a)nos seus ouvidos e depois todos discutem quem que errou na hora de passar. << só que sentadas nas carteiras. Tipo, uma passava pra frente - assim sussecivamente - pros lados e, enfim, passando a tal fala.

Eu tive dificuldade, porque eu sempre tinha que pular uma cadeira pra poder passar a tal frase pra colega do lado.


Algumas frases que eu me lembre:



  • Quero ir na estréia de Harry Ptter
  • Vou transformar meu amor em vampiro e acabar com a humanidade
  • Arroz e feijão não fica bem com..
  • [algumacoisa] vaca
  • Tem uma biscatinha na sala querendo matar aula
  • Minha luva é chamativa, mas adoro ela.
  • Gay não morre, vira purpurina.

Essa última chrgou: Gay não morre, vira Globeleza!

Acho que todos deviam estar pensando que estavamos fofocando demais! (risos) A profesora deve ter imaginado isso.

Dia de trabalho do livro.
(eu, Gabe, Adne, Liz e Mandy) Foi chato o João não ter ido - para arrancar o cabelo da Adne, sem contar com (arrancar) as nossas risadas; levar Adne pelos cabelos feito homem-das-cavernas (só faltava vestir a pele de canguru, né Gabe?); fazer todas aquelas 'besteiras' que fazem todos rirem.
Até que garantimos algumas risadas, fuçamos o orkut de muitos amigos da Adne.
Enquanto o trabalho.. Meldels! Como (raios) iamos fazer o trabalho do livro? Tipo, tem que achar o país onde se passa a história e pesquisá-lo economicamente. Só achamos que NEVA (clima muito frio). O Livro: Através do Espelho.
Até que é bem legalzinho o livro. Bem filosófico e tals.
Amanhã iremos fazer o (mesmo) trabalho (de novo). Dessa vez o João Vitor vai, Adne e Gabe (talvez). Já deu pra pensar no que vai rolar né? [nãopensemmerda]



Agora lembrei! Não gastamos minha dispensa hoje! ôô hsuahsuahsuas
Meu pai comprou de propósito muitos salgadinhos, doces, pipoca e mais junkfood (besteiras-comida). Só não comprou sorvete porque achou que eu ainda estivesse resfriada, mas eu vou comprar daqui a pouco.



E Daqui a pouco eu vou no shopping comprar o sorvete, batata, e o presente da Gabe. Ela vai fazer niver amanhã - ela não contou ainda o que quer de presente que seja barato e que não seja: R$34,90 ou R$600,00.
  1. Para comprar o livro Marcada
  2. Para ir na Twilight's premiere aqui no Brasil - que eu acho que não vão vir nunca
Ficamos esperando os pais das meninas chegarem e tals. Adne teve o fogo no c* de bater na testa de todos quando vinha um fusca. A Gabe levou a pior (ou a melhor?):
(TAAP)
-AAAIIIHHH!! - gritou ela, mas parecia mais um grito de susto que de dor.
Foi surpresa. Ela tava mó quieta distraída e de repente Adne dá um tapa que chega a ouvir à 2 metros de distância (a minha distância até elas). Adne dizia estar imune com um sinal de corno na testa. (hanglose na testa, com o dedão encostado na testa); parecia palhaçada, mas melhor fazer isso que levar tapa na testa ou soco no ombro.


Hoje o post é curto mesmo.

beijosmeliga ;*

domingo, 21 de junho de 2009

Fear Dream

CJ disse uma vez que seu inconsciente domina o consciente. O Inconsciente pode acontecer; ou seja, o que você pode ter sonhado pode se tornar realidade.

Meses atrás sonhei com o elenco de Crepúsculo, só que reais - Não, eu não os vi pessoalmente - invés de vampiros, pessoas normais; invés de nômades, uma gangue. Aquela cena que a Bella vai encontrar com o James no estúdio de balé.. Dessa vez era numa estrada (aquelas de viagem) deserta (sem nenhum carro), aos lados coberta de vasta vegetação. Havia um caminho em direção à floresta, com a marca de roda esmagando a grama.. O esconderijo de James.
Dois meses depois apareceu no Fantástico sobre um assalto ao banco que manteve vários reféns. O esconderijo de James era exatamente IGUAL ao dos ladrões do banco. O angulo da câmera era o mesmo do meu sonho.
(Mas isso é outra história)

Hoje vou contar não o que aconteceu, e sim o que não aconteceu, ou o que pode acontecer - Na verdade, o fato aconteceu no meu inconsciente. Espero muito que isso NUNCA aconteça. Vá por mim, se quiserem morrer de medo prossigam, se não, parem por aqui. Talvez, deve ser pior em mim - que estou sentido isso - do que em você - que só está lendo.



No meu Sonho:

A casa estava escura e silenciosa. De repente ouço um estrondo no andar de baixo (na sala). Desço correndo pelas escadas e vejo o inesperado:
Sangue no sofá (nesse momento não conseguia ver a vítima) e um vulto segurando uma arma apontada pro sofá. O assassino era o meu pai e a vítima, minha mãe.
Gritava apavorada, acordando todos pela casa. Meu pai agarrava pela boca, ameaçando me atirar também. Todos acordam, viram testemunhas do assassinato.
Ele chega a matar as testemunhas, logo eu sou testemunha e ele vem atrás de mim com o revólver na mão. Implorava:
-Não! Por favor, não. Eu sou tua filha, a pessoa que sempre te amou. Não faça isso comigo!
-Mas você é a primeira testemunha. Não posso deixar um rastro por trás disso.
-Se você me matar, aumentará mais ainda o seu crime. Sempre haverá rastros indicando que você é o assassino, só que você não sabe. Eu nunca denunciarei meu próprio pai! Por favor, não me mate!
Estranho que os vizinhos não haviam chamado a polícia. Na verdade, no meu sonho não existia mais ninguém além de mim e meu pai, mais ninguém.
Ele preparava sua fuga. Entrou dentro do carro e deu a partida. Comecei a chorar, não por ele ter matado minha família; não por ele quase ter me matado, mas por ele ter me largado sozinha, sem o menos ter me levado junto - já que no sonho não havia mais ninguém, agora.
-Não vá embora! Não me deixe! EU TE AMO! - gritava pra o meu pai, mas o rangido do carro parecia ocultar minha voz, então gritava mais alto para que ele ouvisse.
-Eu também te amo. - ele gritou e foi embora.
-Acho que não. - murmurei baixo, mas ele ouviu.
Refleti-me. Matou minha mãe, pois estavam brigando muito e não aguentava mais discussões - na vida real eles são separados (por brigas). Ele estava pensando no próprio orgulho, egoísmo e ganância - assim como ele é na vida real. Não ouviu sua emoção e agiu com a razão: Matar todos para que não há testemunhas. Isso era o certo para ele e o errado para mim.
Solidão. Diante de um tremendo e assustador silêncio, conseguia ouvir os pássaros das manhãs cantarolando e depois se calaram ao luto. Até agora, nada do som da sirene policial chegar aos meus ouvidos. Completamente, só.

Disseram uma vez que, o que acontece no seu sonho e parece real é algo que te incomoda. É a pura verdade. Não aguento ver minha mãe resmungando após uma briga com meu pai, não aguento mais ter parentes em casa - usando e abusando da moradia e do sustento - e não consigo suportar a solidão.

Juntando a teoria do CJ e a do incomodo.. Bom, desejo que isso NUNCA vire real. Um dos meus maiores medos é não conseguir aproveitar o que tem na vida a tempo, solidão e meus pais irem embora/morrerem.

beijosmeligaurgentemente :*

P.S: Estou com medo de sonhar.
P.P.S:Agora, surgiu um novo medo: que esse sonho trace o meu destino.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Complications in the morning, afternoon solutions

Das independentes felicidades, das independentes risadas, das desgraças, dos motivos, do quão bobo isso parece ser, ou do que os outros acham; a teoria é sempre a mesma: Ser Feliz é o que importa!!

-Ah! Tô sabendo, Adne! - disse Gah
-Sobre o quê?-perguntei.
-O que aconteceu na sua casa.
-AHH!! (risos) Hilário! -eu que contei pra ele ontem.
Veio João com aquela cara de 'eu vô te pegar' e bateu na bunda da Adne. (de novo)
-Covardia! - eu disse - Dois contra 1!

Talvez minha versão seja mais clara, mas existe pontos de vistas que possam contra-dizer.

Aula do CJ. A mulher da coordenação acaba de entrar na sala e Adne repara alto:
-Nossa! Ela sempre entra na aula do CJ né? - virou pra mim.
-Qual o problema? - a mulher pergunta
-Nada. - disse ela.
Eu comecei a rir através de um livrinho que estava lendo.
-Vocês duas. Fora - apontou pra porta.
O sorriso sumiu e logo um desgosto de injustiça me atropelou em segundos. "Eu não fiz nada! O que eu fiz de mal? P*rra!", murmurava pra mim mesma. Yulli até argumentou que eu tava quieta. E eu tava!
A diretora anotou nossos nomes e disse para esperarmos ela conversar com a gente. A Paula já tinha chegado, esperando nosso sinal bater e contamos o que aconteceu. Interessante que; o esmalte da Adne é tão bom, tanto que saiu com o mesmo formato da unha, parecendo plástico. A Paula amou *--*
A mulher não tinha um argumento certo para dizer pra gente. Pensou que aquilo foi deboche, exigia respeito (pois é coordenadora, só pra mostrar que pode: dise que ia ligar pros nossos pais e olhar nosso histórico de notas) disse que estava se esforçando para informar coisas importantes (vestibular, olimpíadas, Enem) e nós a atrapalhamos; disse que eu não estava atrapalhando tanto.
Usei o mesmo argumento que disse para a diretora:
- Eu posso explicar? Eu apenas ri por ela ter dito "Nada". Eu até me interesso por essas coisas; tanto até que eu vim aqui pra falar com você sobre o teste vocacional, sinceramente. Todos estavam conversando, você tinha acabado de entrar e pedir silêncio. Não somos as únicas. Só percebemos/reparamos que você chega só nas aulas do CJ.
-Mas eu vejo qual aula é melhor para poder informar. Eu me dedico tanto..Olha, minha mesa tá uma bagunça! - atende o celular e fala alguma coisa fora da nossa linguagem, russo ou grego (?) - Já ouvi reclamações dos professores que sua sala é a pior. Falam muito..
(celular da Adne toca, ela desliga discretamente)
-Mas os professores têm uma 'ideologia' geral da sala, e não de alguns alunos em particular.
-Sim. Mas todos falam.
-Olha, me desculpe. Não foi intencional. - disse Adne.
-Foi apenas um mal entendido. De bem.. - ela mostrou a mão com seu dedinho levantado, fazendo aquele sinal de "to de bem"; fez pra cada uma de nós.
Voltamos para a sala. Olhos se estreitavam direto a nós, meu sorriso malicioso estampava minha cara. CJ olhava espantado! Conseguia ouvir pensamentos (Edward) dos alunos perguntando: "O que deve ter acontecido?"; "Nossa! E eu tinha pensado que ela era santa."
Depois da aula expliquei para as alunas curiosas o fato engraçado que ocorrera poucos minutos antes. Elas também acharam graça.
----------------------------------------------------------------------------------

Sessão da Tarde: (As Aventuras de Adne, Bia & cia)

Ficamos (Adne e eu) à tarde para completar o caderno de tarefas (TC). Na verdade, eu já havia completado só que eu emprestei pra uma colega minha; as meninas tinham o gabarito do TC.
Como eu e Adne somos fominha! Acabamos com todo meu $ e ainda pedimos mais!! (risos)

Acho que tinha um compressor num terreno-baldio que fica do lado da escola, mas o chão tava tremendo tanto. Eu, Adne e Douglas sentados no chão; Mandy, Liz e Jeh no banco. Qualquer maneira sentia.
-Ow! Aumentou a potência! Tá tremendo DEMAAIS! Isso serve como um vibrador (natural). rsrs
Mandy tremia todo o corpo, como um vibrador de celular (ui!). Muito hilário!!
-Velocidade 6! (CR-CR-CR-CR-CR-CR-CR-CR-CR-CR) CRÉU!

Camila me largou no intervalo dela!! Preferiu ficar com as amigas delas invés de passar o tempo comigo, já que estudamos em períodos diferentes e não nos encontrávamos muito.

Nossa! VALEU MESMO, Camila! Sei que você tem seus motivos, mas conversar que eu tanto queria não rolou, né c*zona? Isso! Deixa no vácuo!! Não, espera aê. Você sabe que eu tô zoando! Não vá! (risos) [Não foi assim]

Ficamos na biblioteca conversando coisas hilárias, ou rolos; Relembramos o que ocorrera quarta e comentávamos.
-Lembro de quando voltamos do Extra, lembra Amanda? - disse pra ela.
-Lembro! Perguntei: "Será que eles se comportaram?" e quando vemos..
-João em cima da Adne! - completei, encenei isso. Peguei uma maçaneta no ar, empurrei para frente e meus olhos se arregalam, como se eu acabasse de descobrir a resposta.

Fomos num cantinho lá - onde fica o atelie e o prédio dos pequetuxps -, o chão tava sujo e Adne pegou a vassoura que tava do lado. Chegaram umas abelhas irritantes e ela, Mandy e Liz toda eufóricas fugindo das abelhas. Adne, automaticamente, chegou a matar algumas com a vassoura! Tenho comprovado em
vídeo.

video

(FOGE!!) [Escondendo atrás do Douglas]
-Eu mexi com ela e ela foi me seguindo! Pensei que ela ia me picar. - disse Adne.
Observe o lixo. Esse é o motivo das abelhas. Motivo de meninas correrem e gritarem. --' Caramba! É só uma abelha!

Tiramos muitas fotos no banheiro. Douglas devia estar morto lá fora, esperando..


Mais fotos aqui.

Despedi-me da Camila e de todos que iam embora.
Eu e Adne tiramos fotos. A diretora e uma coordenadora tavam vestidas de ratinhas. Imagina se fosse a tal coordenadora de hoje? Iríamos cagar de rir, mas pegaria muito mal.
Acho que estávamos falando sobre irritações musicais; músicas da XUXA (dos patinhos e do soco-soco bate-bate - aí competimos quem fazia mais rápido!) ahsuahsuashua. Eu sempre errava.
Ensinei pra Adne aquele: Peito-estrala-bate, Peito-estrala-peito-bate. O ritmo é legal!
Aí começamos a rir descontrolavelmente (porque somos idiotas)! A risada de porco e a falta de respiração tomaram conta da Adne. Aí eu ria disso e, assim, não acabava nunca, cara! [Dor de barriga]

Sejam felizes!
beijosmeliga ;*

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Risadas fazem parte

Realmente, hoje foi um dia muito hilário! Rir da desgraça é muito bom, ainda mais com a(s) pessoa(s) que não estão nem aí.


Depois das provas, combinamos de ir no meu apê - é bem pertinho da escola - pra fazer trabalho. Foram umas 7 pessoas(eu, Adne, Gabe, João, Thaís, Mandy e Liz) para um apê de apenas (oquê) aproximadamente 18m²(?);
O vizinho de lado chegou a reclamar do barulho.*
Seis(ou cinco) sentam em um sofá só. É muita zuera em apenas um dia só! Imprecionante! Não, não fizemos o trabalho, (repito) não. Eu e a Thaís fizemos uma pequena parte, só que sumiu! E o resto do povo usando minha tv, assistindo Bom Dia & cia, TV Globinho, etc. Pior que ainda riam com a graça do desenho-animado --' isso porque comparavam/nomeavam os personagens com, por exemplo, João e o Yago; e se os personagens faziam besteiras rachavamos de rir, como se fosse eles mesmos.

(Thaís foi embora)

-Bia, o joão quer pipoca. - disse Adne, uma indireta pra dizer que estava com fome.
tá. eu fiz, mas não tinha muito sal ou aquele tempero gostoso ;/ Levei refri pra sala.
-Bia, ele quer pipoca de novo. - de novo: Adne.
Fiz de novo.
-Valeu, bia! Virou best! -disse o João.
Okay, vocês devem estar pensando que eu sou escrava-fácil. Não, eu também tava com fome.
-E chocolate? Alguma bolacha..? - sugeriu.
-Não tem não, Adne. - observando a dispensa de cabo a rabo.
Aí eu vi que tinha um pacote de biscoito sobrando ali. (6 unidades)
-Twix!!-Adne gritou
-Virou Best, já!!! - ele repetiu.
-Um pra cada um.
-E pipoca?
-Acabou, adne!
(Arroto)
-Credo, João! Que nojento!
(...)
(Arroto na cara da Adne)
-Ptz! Essa foi feia! - dizia ele mesmo.

(Liz vai embora)

A quantidade de zueras.. perdi a conta já! João e Adne junto são terríveis!!

As {des}avesturas de Adne & João, a série: (Capítulo 1)


-Olha, tem um cabelo branco aqui - João tira um fio de cabelo da Adne - E olha outro aqui!
E foi assim no resto do dia, só que piorando!
(João mexendo no meu notebook; Mexia no orkut dele, da Adne, no meu..tipo, entrar e não fuçar)
Adne mexendo no meu notebook.
-Aí! Erro a senha. Não pode. - João, atrapalhando ela teclando em qualquer letra.
-Para João! - só fez ele fazer isso mais vezes.
João pesquisou: Ari Wesley. Não é que existe um sujeito com um nome assim?!
(Mais mechas de cabelos caindo ao chão)
-Comportem-se crianças. - eu e Mandy fomos comprar leite condensado e chocolate em pó, pra fazer brigadeirão.
(Chegando de volta)
A cena': Adne deitada de lado no sofá, Gabe do lado, João sentado em cima delas.
-P*tz! Que isso?!
Provocação, imagino.
(Cozinha. Eu, Mandy e Gabe dedicando aos dotes culinários)
-Tranca a porta (da cozinha)! - sussurava Mandy.
(trancado. Os dois lá na sala..)
-Que gemidos são esses?! Que isso? Adne? será que ela tá bem? (risos)
-AHH! Pára João!
(risos)
Você deve estar pensando muita m*rda! Mas não foi aquilo.
-Abre a porta! - pedia o João.
A cena²: Adne caída no chão e João puxando-a pelos cabelos, igual a um homem (troglodita) das cavernas. LITERALMENTE! (muitos risos)
Muitos tapas na bunda(!!), muitos tapas e murros. - Como cantava a amiga da aniversariante de sábado: Entre tapas e beijos, um sonho e desejos [?] - Os dois estavam vermelhos, roxos, azul, preto.. Hematomas estorando a pele! (tá. exagerei)
-Pega/chuta beem NAQUELE lugar, Adne! - sugeriu Mandy.
-Já tentei! Ele não sente nada. Ele é mulher!
(Pronto o brigadeiro, só faltava esfriar. João ficou com a colher com pouco de brigadeiro, pra lamber. Eu também peguei o garfo que estava usando pra tirar o brigadeiro da colher, seria desperdício. João queria mais.)
(Músicas no WMP: Blink 182, Katy Perry, Felipe smu, Kris Allen)
-O que vocês fizeram com meu laptop? - não entra mais a net. - Consegui!
(Brigadeiro duro, freezer do mal! Uma colher pra cada um.)
João passa a colher no cabelo da Adne. Detalhe: tava cheio
Mais tapas e fios de cabelo caindo.
-Vô peidar!- disse João.
-Vai pra lá! (pra varanda) - disse Gabe preparando pra dar um chute.
(Peidou!)
Foi com tudo pra frente! - por causa do chute da Gabe. Mas foi um barulhão! Não tinha como não rir! Detalhe: A porta da sacada não estava tão aberta e o peido foi perto dela. Quem teria coragem de ir lá e abrir? Ninguém.
Mais tapas e fios de cabelo no chão.
Cheguei a pensar que Adne estava chorando. Ela murmurava feito criancinha.
João vai pro banheiro. Todas estavamos segurando a maçaneta pra deixá-lo trancado lá. Abrimos de surpresa e adne foi puxada pra dentro. Pensei m*rda na hora. Foi nada!
(Ameaças de peido, novamente) Ao lado da Adne, os dois 'brincavam' e desajeitavam o sofá.
-Pô! Eu preciso ir mesmo! - disse João, eram quase 4h p.m.(??)
Despediu de todo mundo .
-Precisa fazer a apresentação?- ele perguntou pra mim.
-Vamos nos reunir de novo. - disse Adne.
-Na minha casa NÃO!! - eu disse.
(e foi embora.)
-Ow! Ow! Ow! - gritava o João lá fora.
Pensei que ele tinha esquecido alguma coisa. Abri a porta.
Vi uma cabecinha pra fora do elevador dizendo:

-Peidei!
-Fudeu!
Ele que vai sentir o cheiro no elevador fechado até o téreo.


Depois a Adne falou de mais algumas informações quando a gente (eu e Mandy) estavamos fora. Ele esmagou a Adne na parede, arranhou ela, bateu na bunda muito forte..
Se eu me esqueci de mais alguma coisa, as testemunhas sabem o que rolou.

Concluindo: Foi muito bom (vagar, rir)! Idependentemente se perder cabelos ou de hematomas, certo Adne? (risos)


*É por isso que odeio vizinhos. Vizinhos são como amigdalas, não servem pra nada e só lembramos delas quando dá m*rda. <- meu subnick do msn



Agora só falta saber: como irei limpar a tijela com resto de brigadeiro grudento?? Lambendo??

beijosmeliga ;*

P.S: Zoeras de Adne e João vitor nunca mais!
P.P.S: A partir de hoje, "P.S" vai significar nesse blog: Problema Socorro!
P.P.P.S: "P.P.S" significa: Problema Pronto-Socorro!
E assim por diante!


P.P.S²: Por que eu não comprovei tudo com FOTOS?! Droga!

Moral: Redondo é ir da vida! hsuahsuashaus³ [SKOL]

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Me expresso através..

..de música! Afinal, Quem canta seus males espanta. Tomara que gostem!
[link dos videoclips]

Eu sinto areia nos meus pés, teu olho azul da cor do mar
Eu sigo em frente eu tenho fé um dia eu vou te encontrar
Não sei onde você está, vou te guardar aqui dentro
Com a forma de uma flor que balança com o vento

Vou pegar a chance de viver sorrindo
As pegadas que você deixou eu fui seguindo
Horizonte limpo, sem tempo fechado
O sol beijando o mar, o céu alaranjado

E as nuvens parecerão completar o desenho que fizemos no chão
As ondas não apagarão o que eu e você temos no coração
-Praia; smu
-----------------------------------------------------------------------------------

Agarrado em coisas que desapareceram
No ar
Me deixou em pedaços
Mas agora estou levantando das cinzas
Encontrando minhas asas
E tudo que eu precisava
Estava ali o tempo todo
Dentro do meu alcance
Tão próximo quanto o bater do meu coração
-Time of my life; David Cook
-----------------------------------------------------------------------------------

Não posso me aproximar se você não está lá
Não posso entrar se não há alma para descobrir
Não posso te consertar, Não posso te salvar
É algo que você precisa fazer

Então eu te deixarei ir,
Te libertarei
E quando você tiver visto o que você precisa ver
Quando você se encontrar
Volte pra mim
-Come Back to me; David Cook
-----------------------------------------------------------------------------------

Porque a possibilidade que você sentiria o mesmo em relação a mim,
É muito, simplesmente muito
Por que eu continuo fugindo da verdade?
Tudo em que eu penso é você
Você me hipnotizou tão fascinado
e eu só tenho que saber...

Você já pensou, quando você está sozinha, tudo o que podemos ser. Onde pode ir?
Estou louco ou me apaixonando? Isso é real ou é apenas uma outra 'queda'?
Você suspira quando olho pra você, você está se segurando do jeito que eu estou?
Porque eu estou tentando, é tentando fugir.
Mas eu sei que esta 'queda' não vai ir embora, não vai embora

Já passou pela sua mente
quando estávamos saindo, passando um tempo
eramos só amigos
É algo mais, é algo mais?
É uma chance que temos que agarrar, porque eu acredito que nos podemos transformar isso em algo que dure para sempre, para sempre.
-Crush; David Archuleta (música disponível no meu playlist ao lado [iPhone])
-----------------------------------------------------------------------------------

Mas é mais difícil de segurar as suas mãos do que as mãos do tempo
Eu preciso de uma mão. Eu estou tentando segurar
Perdendo força nestas minhas mãos. Eu preciso de você aqui
Eu estou tentando segurar. Estou aqui de pé, com mãos abertas
E eu sei que eu não posso fazer isso sozinho. Segurar, segurar. Querida, segure.
Você pode segurar minha mão. Não vá embora
-My Hands; David Archuleta
-----------------------------------------------------------------------------------

Sinto sua falta
Onde você está? E eu sinto muito
Não consigo dormir não consigo sonhar esta noite
Eu preciso de alguém e sempre
-I Miss You; Blink 182
-----------------------------------------------------------------------------------

Que eu vou parar o tempo,
Contemplar você
Minutos em silêncio
E a terra não para, não para, não para
Eu sinto que o seu beijo,
Ainda me faz tremer,
A noite virou dia
E a terra não para, não para, não para
-A noite virou o dia; banda Cine


Percebeu que a maioria das letras são sobre a partida de um amante/lover e que deseja ela de volta. Invertendo os personagens (de ela para ele), é um pouco estranho saber que só depois de um arrependimento vem o descobrimento. Por estranha vontade, mas eu sinto isso.
Estranho da minha parte ter escolhido cantores ou/e boyband. Mas, vem cá; Eles não são lindos? (risos) ((Tirando Blink 182, e alguns integrants da banda Cine))
Voltando ao sentimento.. Okay. É difícil explicar o nível dele, mas é esquesito. Quanto ao descobrimento.. Talvez seja um crush (queda). Se considerá-lo como: suspiros ao pensar nele, pensar 24h; relembrar dos momentos, dos fatos; do que poderia ter acontecido se alterasse apenas uma ação.. É uma necessidade estar ao seu lado, assim como eu preciso de alguém e sempre.
Quanto ao arrependimento, causado pelas minhas ações ou as que eu não cometi. Estive me perguntando se haveria tal possibilidade, se pudesse haver um meio de continuar. Parar o tempo seria um dos meus maiores desejos, agora. Ou talvez voltar nele e reescrever uma nova história.


Ninguém tem o poder de reescrever o passado. O meu presente tem esperanças e assim no futuro eu vou te encontrar. Não sei onde você está, Vou te guardar aqui dentro. Porque eu acredito que nós podemos transformar isso em algo que dure pra sempre.

beijosmeliga ;*

domingo, 14 de junho de 2009

Outra festa

Ontem eu fui a uma festa de uma amiga minha. Foi bem legal! Conheci os amigos dela - fiquei a maior parte do tempo com eles - reconheci uns ex-alunos, e dancei muito. Juro que meus pés estão doendo até agora! Isso porque eu cortei meu dedão não sei como - lá pelas 1:45 ou 2h da manhã. - mas isso é outra história.
Se querem saber o principal: Não. Eu NÃO fiquei com ninguém(!!)
A aniversariante ja queria arranjar gente pra ficar, eu só disse que se fosse bonito.. Eu não gostei do qual ela me apresentou (eu gostei do amigo gato dele XP). Okay. Ele tinha olhos azuis, loiro (?) e tals, mas eu não gostei ;/ seilá! Ele ficou me perseguindo a festa inteira, e não fazia (absolutamente) NADA! Isso é enjoativo.

Lembra do amigo gato? A minha amiga perguntou (primeiramente) se eu queria ficar com o de olho azul, eu disse que não. Depois perguntou se eu queria ficar com o de braco, mas qual?? "O mais alto (o gato)". Como recusar? Ela não me apresentou e eu tive que pedir pra ficar ôo shuahsuhshusah
Ele rejeitou --' HSUHSUAHSUHSUASHUAS

Tirando isso a festa foi muito boa. As amigas dela são muito simpáticas ^^ ADOREI elas!
Fez muito frio!! Ar frio circulando até no andar de baixo.
Tinha um amigo dela que trouxe baralho pra festa. rsrs É sério!
Depois de dançar muito, depois de se afastar da caixa de som.. Hã?! O QUÊ?!; fiquei surda; não escutava simplesmente NADA!
Depois da pista de dança, que começou a 'vaziar' (e quando o DJ tocou psy), vi que tinha um corte no meu dedão. (poupe-me dos detalhes) É que tirei o salto alto pra dançar, imagine o estado do meu pé! [PRETO] Eu (meio que) roubei a pluma e aquelas pulseiras de neón da festa.
Cheguei em casa. A primeira coisa que eu fiz foi trocar de roupa, para uma mais quentinha (pijama); Lavei os pés, tomando muito cuidado; Band-aid; [espatifar na cama]. Sabe aquele chiado quando você acaba de escutar múcisa MUUITO alta, ou aquale chiado que só você ove quando está bocejando; ou quando você tá num show de banda de ROCK (ou metal, ou seilá), depois você fica num quarto fechado 'aprova de som'; pois é. Esse maldito chiado tomou conta dos meus ouvidos até as 3h a.m. É essa hora que eu fui durmir.


Hoje acordei 15 pras 9, num sei como ou porque. Logo lembrei que tenho que ler dois livros (um pro trabalho e outro pra prova de amanhã). Tenho que começar já ;/

beijosmeliga ;*

quinta-feira, 11 de junho de 2009

"Para amar alguém, precisa se amar primeiro"

Alguém me disse isso uma vez.
Talvez a moral seja começar a amar alguém que receba esse amor. Claro! Quem seria a pessoa que receberá seu próprio amor sem ser você mesmo? Exige muito trabalho conquistar alguém, conquistar você é muito fácil.
Ou talvez a moral seja começar a valorizar si mesmo para ser amada.


Interpretem como quiser, a frase sempre será a mesma.
Amar e ser amada. Um sonho.
Amar e não ser amada. Um pesadelo. Nem sempre tudo sai como planejamos.


Amar. Sentir a paixão acelerando entre suas veias, coração com um incontrolável ritmo de batimentos em seu peito, aí então seu corpo age estanhamente (mãos suadas, suspiros..). Tudo começa pelo coração. Ele que escolhe quem você irá amar; ele sabe que aquela será a pessoa certa pra você.


Mas quem entenderá melhor o seu amor do que você mesmo? Apenas você pode confiar, ter fidelidade, você conhece seu próprio ser, seus sentimentos. O Amor-Próprio. Alguns chamam isso de esnobe, metidez. Eu chamo de 'auto-valor', exagero é metidez.
Invertendo a ordem dessas palavras (Póprio Amor) teremos outro entendimento:
  • Cada um interpreta seu amor - É inesplicável esse sentimento, todos apenas conhecem o 'padrão' dela, sentir é totalmente diferente.
  • Todos tem seu jeito de amar (e ser amada); se apaixonar.
  • Uma pessoa amada - a única, especial, feito só pra você.

Quem seriamos nós se não houvesse outra pessoa para amar? Solidão. Quem nunca gostou de sentir o amor? É simplesmente bom! Solidão. Uma palavra terrível para quem acabou de amar. Mas foi com ela que eu aprendi a me valorizar; não estou sozinha no mundo, sempre serei a minha companhia; aprendi a procurar meu amor-próprio.

Agora estou a procura do meu próprio amor. Sentir os desafios da conquista; do amor; e, então, ser amada; correspondida; sentir aquela 'adrenalina' causada por aquela pessoa; Amar, sonhar e viver.



Siga seu coração; Ele te levará a um caminho explêndido, cheio de felicidade e amor; Ao lado da pessoa certa.


Beijos ;*

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Good evening of entertainment

Cola para Adne. Foi fácil hoje, pois o monitor é meio lerdo. Trocamos a prova de Sociologia, sussurava as respostas das questões de multiplescolha. O problema é que ela não sabia física, aí não tinha como colar de volta. --'
Me f*di em Física, mas acho que consigo me recuperar.
Detalhe: sentamos nas PRIMEIRAS carteiras.

Vai ter uma balada dos formandos no Eivissa, dia 19 (sexta). Eu tô querendo ir, já chamei o pesoal pra ir. Vai ter muita gente do Objetivo. Um pouco de diversão não faz mal certo? ;D
A Camila ficou no meu apartamento hoje, viramos vagais. Foi divertido, ficamos falando sobre os acontecimentos, sobre os problemas.. Camila repetia várias vezes a mesma cena. (não me perguntei qual é, pois é particular) Ela chegou a esquecer que tinha contado a mesma cena! Como poderia esquecer? Ela falava mais de 14 vezes!

A Gabe tava on no msn e fizemos aquele entreterimento à distância; ou seja, assistimos filmes, programas, jogamos; tudo pelo msn.
Hoje tavamos jogando um jogo de raciocínio, aqueles de esapar. Até que conseguimos bastante coisa, mas perdemos paciência e partimos pra outra. Sério. Se eu tivesse jogado sozinha, pararia no momento que não achasse mais itens. Tem que ser fácil, intressante e sem aqueles desenhos-estilo-paint (muito ridículo).
Tipo, o jogo é no site e a gente se comunicava pelo msn. Ajudava a encontrar itens e usá-los, usavamos a lógica.

E ficávamos relembrando hoje na escola, nossas conversas e tals. Aí ela foi embora e eu fiquei jogando com a Gabe.
Num ultimo jogo, quase consegui chegar no final. A Gabe tinha saído e eu até consegui umas coisas, aí a paciência acabou. Mas quando abri a cortina no banheiro e vi um corpo morto, de olhos abertos, na banheira; me assustei pra valer. Tinha até efeito-sonoro! Gritos ao abrí-lo. Meus olhos penetrando aquele branco dos olhos, mortos; sangue jorrando a borda da banheira..

Tive a impressão de que o Val (professor de inglês) mora no mesmo condomínio que o meu. Um cara na sacada, não conseguia enxergar o rosto, pois a luz batia contra ele. Mas eu reconheci o tronco dele, eu acho. É bem parecido ;/
Deve ser outra pessoa. õo

--------------------------------------------------------------------------

SUPER sono, galera! Esses dias durmia tarde (umas 3 ou 2 da manha), estudando de preferência, e acordava as 6(!!) Graças a Deus tem esse feriado!
Perae! Graças a Deus porr* nenhuma! Com quem eu vou passar o Dia dos Namorados?! ôô Que Droga!

beijos ;*

terça-feira, 9 de junho de 2009

Semana de provas

Prova do dia: Biologia e Redação
Nem tava tão difícil a prova de biologia, jurava que estaria ferrada na prova. Média eu tiro. Redação também. Ontem mesmo estava pensando em como seria minha história. A professora já havia passado o tema da prova, mas não tinha pensado em como ela seria.


Tema: "Quem tudo quer, tudo perde"

Título: Segundas Intensões

O filho mais velho, Daniel, era egoísta e ganancioso. Desde pequeno queria tudo para ele, brigava com os irmãos, Felipe e Mariana, por posse. Seu pai, Christofer, era dono de uma empresa autombilística, Daniel adimirava o seu trabalho e tinha um sonho - como qualquer ser humano tem: Ser um grande presidente da empresa.

Anos se passaram, com a esperança de que um dia terá sua conquista, Daniel ajudava o pai na empresa. Felipe dedicava os seus estudos na universidade e Mariana no colegial.

Christofer fazia anotações em um papel. Ao se ausenar, Daniel leu esse mesmo papel, agarrou o papel com força e foi embora.
Felipe fizera uma visita ao pai, quando o vê caído no chão, olhos fechados, um copo na mão om pouco de líquido vermelho. Sem sinal de respiração ou batimentos cardíacos.

Daniel ficou responsável por pela divisão da herança - já que é o filho mais velho - e se auto-plocamou presidente da empresa. Logo Felipe desconfiou, sabia que o pai não tinha problemas sérios de saúde capaz de ter ataque cardíaco.. Pelo contrário.

Ele vasculhou papéis, no computador.. Números apareceram na tela. Uma conta bancária com 5 milhões e 500mil reais. Pesquisas de drogas e venenos surgiram no seu históricos. Felipe achou um papel amassado na sua gavea. A letra era do pai. Um testamento. Dizia que ele assumiria o cargo da presidência, por ter um bom perfil, e todos receberiam partes iguais da herança.

Tudo fazia sentido agora. Daniel envenenou o próprio pai para que aparentasse ter tido um ataque cardíaco, a polícia afastaria do caso, estava roubando toda parte a herança, enquanto os irmãos recebiam uma quantia bem menor, tornaria o presidente da empresa. Ele sairia ganhano.

Felipe denunciou o próprio irmão, com provas de que matou o próprio pai, Deniel foi condenado a trinta anos de prisão, e ele tornou-se presidente da empresa de acordo com o testamento do pai.

Os sentimentos de Daniel mudaram. Arrependido de não ter tido precauções, com ódio do irmão e com esperança de que um dia terá sua vingança.



(...)



O som de uma moeda caindo chegou aos meus ouvidos, e havia caído uma em baixo do banco, no mesmo momento em que Camila deixava sua bolsa no banco. O primeiro pensamento que veio na minha cabeça foi que a moeda era dela. Logo um rapaz do 3o ano me pergunta:
-Caiu uma moeda ali?
-Caiu.
-É sua? - virou para Camila
-Acho que sim.
-Mas caiu a moeda lá de cima - apontou para o terceiro andar.
Eu pensei: "Como se dinheiro caísse do céu.."
Ele pegou a moeda e foi embora.
-Que idiota! Ele pegou minha moeda!
-Mas era sua moeda? - adne perguntou.
-Não sei. Tinha uma moeda no meu bolso - procurava a moeda em seu bolso com a mão. Uma moeda apareceu em seus dedos.
-Idiota!! Tava aí o tempo todo!
-Aí que vergonha. Eu xinguei ele de Idiota.
Muitos risos se soltaram. Depois dessa nem olhava mais na cara dele..

(...)

Estudar física é a pior coisa!! Odeioo física! --'
beijos ;*

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Sweet morning

Okay. Nem tava tão frio de manhã, mas valeu a pena tomar chocolate quente.


Adne trouxe uma manta e chocolate quente (com direito a canequinha do Hércules babada, explicarei depois), Gabe com um travisseiro, e eu..nada.
O Gah começou a zuar fingindo que tava cuspindo na caneca, veio o João pra zoar também, só que dessa vez foi..zuada MEESMO!
Passamos um intervalo inteiro conversando e tomando chocolate quente dentro da sala, (foi muito bom), não na caneca cuspida, pedimos copos descortáveis na sala dos professores. CJ é BRILHANTE! - Professor de física muito legal, meio apavoroso as histórias dele.. Nem te conto!

(...)



Aula do CJ e lá vamos nós dividir o último copo de chocolate quente.

Adne passa para Gabe,

Gabe passa para Bia,

Bia devolve para Adne e..E..E(!)

FURÃÃO!!


Adne derruba o copo no chão e molha tudo! O Chão, a carteira, a apostila, o caderno, ela..
-CAGOU!
-MIJOU!
-MENSTRUOU!
-Por que isso acontece comigo? - Adne perguntava -FODA-SE, pras faxineiras!


---------------------------------------------------------------------


SESSÃO SHOPPING:

Fê, Tai, eu e Thais; Filme 3D

Okay. Alguns só devem ser comentados com as testemunhas, mas algumas informações podem ser divulgadas:
  • Começamos a fingir/fazer simulações de PAPARAZZI com celular. Tipo: "ALÔ?"; "TÁ SEM SINAL AQUI (aproximando do alvo)"; "CARAMBA! COMO É DIFÍCIL MATAR O CHEFINHO DO JOGO"; "AH! AQUI DEU SINAL!! MÃE?! (bem na cara do sujeito, você tira a foto) DROGA! CAIU."
  • Discutimos qual filme iriamos assistir, entre: Anjos e Demônios vs Jonas Brothers 3D. (argh!)
  • Compramos ingressos para Jonas Brothers 3D.
  • O Cara do guichê dá em cima da Tai
  • Thais chega noshopping pra assistir..Jonas Brothers
  • Gritos, muitos gritos. Parecia o show dentro do cinema. - E depois ficam pedindo silêncio
  • Uns carinhas, só pra descontrariar, ficavam zoando o filme. Tipo: "AI QUE NEGÃO GOSTOSO!"; "VEM! VEM QUE TEM QUE TEM!"; "VAI CAIR.. (do palco de 13m)"
Joe: "Estão se divertindo?"
Eu: "NÃO!"
Alguém: "CALA A BOCA!"
Tai: "AAAAAAAAHHH!!"
Eu: (precionando meus ouvidos para nãoovir as berrações da Tai do meu lado)

  • Dor de cabeça profunda! - durou cerca de.. até as 20h.
  • Por que não fugi pra sala dos Anjos e Demônios?
  • Um menino de 8 ou 9 anos veio enxer meu saco: "Ele quer ficar com você" (apontava pro amigo dele enquanto passava do nosso lado. Já ia dizer: "Vá toma no meio do seu.." e mostrar aquele dedo; eles são pequeno demais..CENSURADO!
  • "Dããã!! Ele quer ficar com você. Eu sou um idiota. Dããã!!", eu imitando o garotinho.
  • Thais disse que tinha uma comunidade no orkut estilo Gossip Girl dos colégios. "Gossip Girl-Objetivo"; "Gossip Girl-Poliedro".. Mas excluiram.
Tinha tudo quanto é fofoca das festas que rolaram do pessoal, como: FREEDOM FEST.
Quem diria não? Como eu gostaria de saber de mais fofocas que rolaram, além das que eu já sei. (A privada d WC feminino quebrou, o dono da festa quebrou o pé na privada, o segurança da festa catou umas 8, o segurança da festa é o monitor da escola) Mais informações no meu post Freedom!
  • Quando tava no carro (pra ir embora), um cara alto, de óculos escuros (a noite), de toca vermelha foi falar com a Tai e a Thais. Vou querer saber o que aconteceu, na segunda.

Da próxima vez, eu irei fugir MESMO para sala de Anjos e Demônios. Não importa se for do outro lado do corredor ou se a tiazinha me pegar. Deve valer mais a pena do que ouvir gritos e ficar com uma tremenda dor de cabeça.

beijos ;*



P.S: ODEEEIO Jonas Brothers! Pra deixar beem claro. Me sacrifiquei porque Anjos e Demônios é classificados para maiores de 16 (post: Domingo tedioso). P*rra! Por que a Tai foi falar que tinhamos 15 (e 14)? A carteirinha de estudante não mostra a data de nascimento!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

E o sujeito havia se enganado..


..caiu em tentação ao julgamento. Parou para pensar nos seus próprios mandamentos.



Peça: A Confiança

Escrito e dirigido por: Biia



ATO II - O erro da teoria



CENA I



Narrador: Chega o dia seguinte, tudo está calmo e frio.
(O palco está escuro. Um holofote, centrado numa pessoa, era a personagem principal. Entraram pessoas conversando)
#2: Venha cá! Entre na conversa.
(Entram mais duas pessoas fofocando)
#3: Mas que raios houve com aquele avião? Como ele possa ter sumido do mapa??
(Discutiam sobre a polêmica)



CENA II



Narrador: O sujeito dava risadas, alegre em ter pessoas simpáticas por perto.
#1: (Dá risadas, tagarela e sorria) Já morei no exterior..
Todos: Nossa! Que legal!
#4: Venha cá! Vamos tagarelar..



CENA III



(Saem todos, menos #1)
(Entram o Diabo e o Anjo)
Diabo: Você acha que eles possam estar gostando de você, de novo?
Anjo: Você acha que eles haviam deixado de gostar de você? Eles nunca deixaram de gostar de você. Esse diabo te aconselhou mal e você se revoltou contra eles com essa suposição.
#1: São muitas perguntas para apenas uma pessoa. Por que não me deixam descobrir sozinho?
(Saem o Diabo e o Anjo)
(Entram todos)



CENA IV



Narrador: Depois de muitas gargalhadas, diversão; o sujeito está feliz em ver que as mudaças nem alteraram. Tudo está em perfeita harmonia, mas havia algo que incomodava as conciências.
(Entram novamente o Anjo e o Diabo)
Diabo: Já achou a resposta do seu dilema?
Anjo: Qual o problema dos grupos?
#1: Nenhuma. Estão ótimos juntos, unidos, alegres. Pessoas 'maduras', gostam de falar dos problemas. Pessoas divertidas, não se importam com os problemas.
Diabo: O que você deseja? Refletir seus problmas ou esquecê-los, dirtrair-se e divertir-se?
#1: Não quero ficar lembrando os meus problemas, assim como não quero guardá-los. Quero me distrair e curtir a diversão, mas também quero conselhos para acabar com meus problemas.
Anjo: Não realize seus desejos só para satisfazer seu prazer. Faça o que achar certo.
#1: Como, se eu nem sei mais minhas escolhas?
Anjo: Lembre-se que sua vida é a base de teorias, com causas e consequências, elementos, grandezas e todos levam a um resultado: O melhor jeito de te fazer feliz.
(Saem o Diaboo e o Anjo)


(...)


ATO V - A Certeza



CENA IX



(O palco está vazio. A personagem principal volta ao centro do holofote)

#1: Quem saberá a verdade? Analizando bem, consigo juntar as grandezas; somar, subitrair, mutiplicar ou dividir; contruir uma função e, a partir dela, sei que será assim. Uma suposisão da possível verdade. Afinal, a verdade não existe e vivemos num mundo em que não existe o verdadeiro raciocínio. Vivemos no mundo das verdades e pesamentos particulares.
Esse é o meu problema e, com a minha teoria, solucionei e encontrei a resposta: A confiança é, nada mais nada menos, que uma prova inválida de amizade.
Pode desconfiar dela, mas sempre era a mesma teoria da confiança:
sabedoria + raciocínio x conhecimento : amigos (verdadeiros)
Apenas desconfie quando o amigo o trair, pois, ao desconfiar, o amigo pode ir embora. Desconfiar é prova de que não confia mais na pessoa, magoa ao desobrir.
A verdade é a certeza do que sabe, eu sei que o caminho que irei seguir será FELIZ e ao lado das PESSOAS CONFIÁVEIS.



FIM



Voltarei com o Diário amanhã, textos filosóficos para depois.

beijos ;*